Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tempestade

Quero sentir, de novo, aquela agitação fremente, invadindo o meu peito; ouvir o som estardalhante dos trovões daquele sentimento vivo e forte; ver surgir, no meu olhar, o jorro incessante do brilho incandescente dos raios de um tempo tomado, completamente, pelo temporal que o apaixonar causa em mim.

Quero viver o barulho súbito e inquietante da hora da paixão; conduzir uma desordem ordenada de sentimentos que vêm sem condições impostas.

Quero ousar, desafiar os pingos confusos da chuva dessa tempestade de emoções que caem sobre o rosto molhado de outras tempestades que tem o meu sentir.

Quero, enfim, entregar-me, sem pensamentos que me afastem do querer certo, a um pulsar diferente e intenso, aquele que me leve a uma outra dimensão do tempo que o meu sentimento espera acontecer, que me leve a uma agitação que agite o compasso das batidas do meu coração, trazendo uma desordem na cadência cotidiana que o mantém moderado, contido, equilibrado.

Quero ser surpreendido por outra tempestade; quero, outra vez, o medo dos trovões e dos raios; sentir receio de me entregar a esse sentimento que toma conta dos meus instantes de tempestade e provoca a tempestade que o meu amor espera de você.
Jhean Lima
Enviado por Jhean Lima em 25/09/2009
Código do texto: T1830935

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jhean Lima
Valparaíso de Goiás - Goiás - Brasil, 39 anos
77 textos (2586 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/19 01:36)
Jhean Lima