Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto





“HOMENAGEM AOS TROVADORES”.
(Cordel).


Vou começar esses versos
Falando de paz e amor,
Desejo sempre sucesso
E exaltando o seu valor;
Pra alavancar o progresso
No dia do trovador.

Eu sou poeta confesso
Não tenho voz de cantor,
Quando é repente eu tropeço
Vem no meu rosto o rubor;
Sem cerimônia eu peço
Ajuda a um professor.

Por todo este universo
Cordelista e cantador,
Com um abraço me despeço
Da senhora e do senhor
Agradeço pelo acesso
A todos deixo uma flor.




Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 18/07/2011
Reeditado em 03/08/2011
Código do texto: T3102386
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Antonio Hugo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 63 anos
3954 textos (276168 leituras)
185 áudios (36731 audições)
9 e-livros (7809 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/20 04:57)
Antonio Hugo

Site do Escritor