Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Av. Paulista, a mais paulistana de todas.

         Gosto da Av. Paulista, sempre jovem e dinâmica,  ainda hoje , mesmo com os tantos anos de história (8 de dezembro de 1891) , o tempo lhe deu outro aspecto. Como fica fora do centro velho e tombado de São Paulo, criou uma identidade própria.
          Dois dos meus filhos nasceram nas imediações, onde ficava a antiga maternidade Matarazzo,  bem atrás do MASP , e eu também estudei contabilidade na Paulista, no Colégio São Luís, onde fui bolsista.
           Hoje, o que estraga são as passeatas constantes, as manifestações de todos os tipos, desde a Parada Gay até celebrações de torcidas . Tenho um amigo que toca sempre no vão do MASP, com a sua banda : " Calango Bravo", aos domingos.
           Perto do Parque Trianón, se encontram intelectuais,  gente vendendo artesanato e outras coisas,  mas há uma certa regulamentação, não é tão bagunçado quanto no Centrão.
            A Av. Paulista une a Av.Consolação ao Paraíso,  início da Vila Mariana, com 2.700 m de extensão, de terreno plano, o que permite facilmente o ir e vir de pessoas em passeio,  à pé ou de "bike".
           Na juventude às vezes pegava um cinema no Astor, que era uma beleza, e que hoje não existe mais. Os cines de Shopping dão mais tranquilidade e fazem o passeio completo, com lanches e livrarias.
           Deixo aqui esta homenagem a cidade que me acolheu um dia, uma forma de lhe agradecer .

             
Aragón Guerrero
Enviado por Aragón Guerrero em 28/12/2017
Código do texto: T6210464
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Aragón Guerrero
São Paulo - São Paulo - Brasil, 66 anos
1035 textos (95593 leituras)
52 áudios (2113 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/20 02:31)
Aragón Guerrero