Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CEGOS, SURDOS E MUDOS

CEGOS, SURDOS E MUDOS!

Que tristeza! O país da impunidade, nosso querido BRASIL!
O que será de nossos filhos e netos nascidos agora, em meio à sordidez, à corrupção, à falta de vergonha na cara de nossos políticos e de nossas autoridades?

Que legado esse meu Deus! Que herança deixaremos para eles? A mentira, o embuste e a falsidade?

E o pior de tudo isso, é a convicção de nossa própria culpa, em razão de nossa participatividade, de nossa solidária omissão ou de nossa inocente cumplicidade.
Estamos todos sendo sumáriamente enganados, espoliados, literalmente "passados para trás" - como se diz no jargão popular - por essa corja que colocamos no governo.

A cada dia que passa, mais escândalos, mais imoralidades, mais vandalismos.
Qual será o futuro de nossas famílias?

Lula comprou nosso povo com a bolsa família. Apoderou-se de nosso sentimento de brasilidade, de nossa vergonha e do orgulho de sermos brasileiros.

E a voz do povo é a voz de Deus... e segue em alta sua popularidade, com sua cândida inocência, com seus sentidos "desligados" - nada vê, não ouve, de nada sabe!

Até quando estaremos sendo coniventes com isso?

Para nossa imensa tristeza, existe apenas uma unica certeza comportamental nessa terra da inocência e do nada sabe:
A IMPUNIDADE é uma constante em todos os meios de nossa sociedade!
- É um promotor que mata e continua exercendo suas funções de guardião da Lei e da Ordem;
- É um político que usa de seu mandato para enganar o povo;
- É um funcionário público que se corrompe a cada dia...
- É o Estado, nas mãos de vigaristas e com demagogia, gastando mais do que arrecada, criando a esmola institucional para manter seus governantes em alta junto a população carente. É o que se vê hoje em nosso país!
Em Portugal, terra de nossos antepassados e que serve para se criar, no Brasil, apenas piadas de mal gosto questionando-se a inteligência de seu povo, qualquer cidadão que tenha formação acadêmica superior, em caso de crime, ao invés de privilégios, tem sua situação comprometida exatamente por seus conhecimentos. Lá, o Estado protege os menos esclarecidos, que cometem crimes em razão de suas limitações. Aqui, o cidadão que possui curso superior, goza das benesses da incoerência de nossas leis.
Urias Sérgio
Enviado por Urias Sérgio em 31/08/2007
Reeditado em 09/08/2008
Código do texto: T631947
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Urias Sérgio
Manaus - Amazonas - Brasil, 74 anos
296 textos (23295 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 18:40)
Urias Sérgio

Site do Escritor