Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quero o meu cocô de volta

Boa noite meus 23 fiéis leitores e demais 36 que de quando em vez passam por aqui para ver se este Bacamarte ainda vive e dá o ar de sua desgraça. Hoje deram sorte, eis-me aqui. E farei uma crônica escatológica, pura cropologia! Então vamos nós meter a mão na latrina, no sentido literário, claro.

Este há meses ausente Bacamarte contraiu uma doença, um vírus, coisa e tal. Não vem ao caso especificar. Pois um dos efeitos da supracitada moléstia era que o meu bolo fecal virou líquido, ou seja, eu ia no WC e só fazia o número 1, por duas vias distintas, um original e o outro fake. Isso levou uma semana. E, então, comecei a sentir saudade do meu cocô, mesmo que tivesse economizando com papel higiênico. Isso é que é estar na merda mesmo, sentir saudade do próprio excremento e comemorar economia de papel higiênico! A que ponto um cronista desce...

Conclusão: a gente se apega a tudo, até ao nosso cocô. Depois de uma semana, ele começou a dar sinal de vida, ou seja, o número 1 fake começou a ficar mais encorporado, tipo assim, de sopa rala para sopão, se é que me entendem. Agora já vou no banheiro e, vejam só, fico feliz ao sentir algo consistente se esvaindo pelas minhas entranhas. Não chego a cantarolar no banheiro aquela canção "A felicidade pra mim é você", mas percebo que, mesmo que a felicidade não seja uma bosta, uma bosta pode ser, paradoxalmente, motivo de felicidade.

Fui no WC há pouco e fiquei lá, como criança, apreciando minha "obra". Claro, ainda bem que crônica de internet não tem odor, né, senão vocês ficariam com nojo desse texto. Isso se não já se anojaram e nem chegaram até esse parágrafo. De qualquer forma, foi um alívio ter o meu cocô de volta. E eu, assim como ele, estou, desta vez com certeza, voltando para os nossos encontros de toda sexta-feira às 17h19min aqui no Recanto, esperando firmemente que minhas crônicas não sejam uma M. Farei força para isso! Digo, força no bom sentido, né, não no cropológico.

Um grande abraço (sem problemas, podem receber o abraço, lavo as mãos sempre antes de sair do WC, com sabonete liquido e àlcool gel).


-----


Era isso pessoal. Toda sexta, às 17h19min, estarei aqui no RL com uma nova crônica. Abraço a todos.


Mais textos em:
http://charkycity.blogspot.com

(Não sei porque eu ainda coloco o link desse blog, eu perdi a senha e não atualizo ele há séculos. Até eu descobrir o motivo pelo qual continuo divulgando esse link, vou mantê-lo. Na dúvida, não ultrapasse, né. Acho que continuarei seguindo o conselho que a Giustina deu num comentário em 23 de outubro de 2013: "23/10/2013 00:18 - Giustina
Oi, Antônio! Como hoje não é mais aquele hoje, acredito que não estejas mais chateado... rsrrs! Quanto ao teu blog, sugiro que continues a divulgá-lo, afinal, numa dessas tu lembras tua senha... Grande abraço".).
Antônio Bacamarte
Enviado por Antônio Bacamarte em 02/06/2019
Reeditado em 02/06/2019
Código do texto: T6663327
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antônio Bacamarte
Groenlândia, 54 anos
419 textos (18253 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/07/19 23:14)
Antônio Bacamarte