Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUATRO OLHARES SOBRE A CIDADE

SÃO PAULO É ASSIM:

São Paulo é sim para tanta gente que aqui aporta e encontra a porta aberta, com sua mala e filhos, e aqui planta seu futuro, dá duro, vive duro, mas tem na Cidade porto seguro.
Faz sua vida sua lida e não sai mais. Como se fosse imã a ela se prende e fica, fisgado na linha de produção. Tanta gente fixada nas suas costas, encostas e baixadas, prédios e favelas, vielas, becos e poucos nos jardins e coberturas, nas alturas.
É assim: aqui se consolida o País, e a cidade cresce para o alto e para os lados, periferia laje sobre laje, lojas sobre lojas, grifes e josé paulino/ brás/ brasilândia e morumbi. São Paulo é aqui, é assim: mistura e diferença, elitismo e miséria.
Mas é sim para tanta gente, do norte, do sul, todo dia 24 horas na tomada, é um país dentro do Brasil, que se mexe, não descansa, não se cansa. Abriga. É uma comunidade que não pode dar errado ou tudo vai para o buraco.
Aqui se fabrica indiferenças, diferenças, é feita de muitas crenças e ceticismos, mas que combate as idiossincrasias com alegria e irreverência, os diferentes com mistura. Atura todos os nuances, mescla de negro todas as peles, reanima o ânimo nacional, ensina tolerância ao mundo.
É certo que a vida é cruel, periferia, ferida que se alastra mas também obriga saídas, todo dia tem que criar novas possibilidades. Sobrevivência é a palavra de ordem, aprendizado rápido, para ontem. É assim. É sim.
                                      (Célio Pires, um obcecado pela decifração
                                                                 dos signos de Sampa)
.............

SAMPA É ISSO: SOMOS NÓS
Sampa é isso. Somos nós. Freguesia e Anália, burguesia e bandalha. Sampa é a força motriz desse país por mais que outros resolvam dizer que não. Aqui caminham nordestinos e o diabo, japoneses loiros e mouros, escravos antigos e demônios amigos. Por aqui caminhamos nós. Seja no centro ou nos guetos. Seja no rock pesado ou no churrasquinho da esquina. Esteja ou não a puta na zona, o moleque na esquina. Aqui vivemos e estamos antenados e prontos. Somos Brasil, como alguém já disse um dia. Periferia.
                              (Najah DL, poeta, publicado, VER BLOG:
                              www.recantodasletras.com.br - 04/10/2007)

.............

NÃO ADIANTA COLOCAR CADEADO

Nasci em São Paulo, me sinto confortável aqui, com seus problemas. É a cidade do trabalho, da pressa, mas escolhemos estar aqui. A segurança está ruim? Não adianta colocar cadeados em tudo, vamos exigir segurança! A vida monástica não se resume a ficar rezando no cantinho. Meditar exige grande força de vontade para controlar o turbilhão de nossa mente. Contemplamos, assim, a realidade.
                                          (Monja Coen, ou Cláudia Dias
                                          Batista de Souza, zen budista)

.............

ONDE VIEMOS AMARRAR NOSSO BURRO

Nós não somos alegres como os cariocas ou os baianos. Nosso humor vem sempre carregado de uma dose de auto-ironia e melancolia. São Paulo é uma cidade toda torta: bonita porque feia, moderna e provinciana, inóspita e acolhedora. Nós paulistanos, somos todos retirantes-moradores do deserto-fabulistas-tocadores de gado-homens de negócios – aflitos, perguntando onde viemos amarrar nosso burro.
                  (Noemi Jaffe, jornalista, comentando o disco "Pra Marte",
                   de Maurício Pereira, que é carregado de paulistanidade -                                                    Folha de São Paulo, 29/09/07,)


Célio Pires de Araujo
Enviado por Célio Pires de Araujo em 11/10/2007
Reeditado em 09/02/2008
Código do texto: T690549

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Célio Pires de Araujo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Célio Pires de Araujo
São Paulo - São Paulo - Brasil
1144 textos (34045 leituras)
2 e-livros (236 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 22:19)