Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


            Adorei!!!! Adorei!!!! A empáfia britânica levou um baile dos italianos e principalmente de um finlândes, que veio manso, ganhou as corridas que tinha que ganhar e  calou a boca de Galvão Bueno. É isso, adorei o título do Kimi por ter calado a boca do narrador mais babaca que já apareceu na TV. O tempo todo ele torceu contra Alonso e a favor do Robinho de capacete. Menos mal que Schummaker já não corre mais, se não ele viria com o famoso: " Schumi prá cá, Schumi prá lá"!!!

           Outro que levou sua lição, foi o manda-chuva da McLaren, Mr.Ron Dennis, afinal ele fez de tudo para prejudicar Fernando Alonso e ainda disse em uma entrevista coletiva que o preferido era mesmo Lewis "Garganta" Hamilton. Tudo bem que Alonso não é flor que se cheire, mas faltou profissionalismo ao inglês.  Que Hamilton fosse o preferido,  tudo bem, mas declarar isso em uma entrevista foi no minímo inconveniente. Depois chamou toda a imprensa espanhola e ao invés de explicar a burrada que ele tinha feito anteriormente, ainda deu uma chamada nos jornalistas dizendo que eles não deveriam pressionar a McLaren em artigos jornalísticos recentes.

         Agora, a melhor lição quem levou foi Hamilton. Eu já havia comentado isso 15 dias atrás, após uma entrevista de Lewis um dia antes do GP da China. Que ele é bom, isso não há o que discutir, mas a empáfia do britânico, jogou o título mais fácil dos últimos tempos no ralo......ralou, ralou, ralou e morreu em Interlagos. Bem feito!!!! Não tem jeito, a experiência tem sempre mais chance de conquista que o orgulho e a pretensão.

         Adorei a atitude de Raikkonen: ganhou e não tripudiou nas costas do Hamilton, coisa que, com toda a certeza,  Alonso teria feito e eu também!!!. O maior culpado de toda essa meleca da velocidade foi o chefão, o big boss: Mr.Ron Dennis. Acho que ele vai pensar melhor da próxima vez antes de declarar suas preferências. Gostaria de lembrar que sempre fui McLarista, em função de Ayrton Senna, mas depois desta temporada vou torcer para outra equipe, ou então como no futebol, relevar e não assistir mais um grande prêmio.

        Vocês vão me perguntar: e do  Massa, não vai dizer nada? Vou sim: não passa de um Barrichello melhorado, e como bom brasuca teve que dar seu vexame, bem no fim, na hora da entrega do troféus. Ainda não haviam entregue todos os prêmios e ele deixa o podium para mandar um alô para sei lá quem. Ninguém entendeu porque ele fez aquilo. Eu sim. Foi uma falta de respeito com os outros pilotos e com os que lá estavam entregando as taças. Ele se apresentou como um perfeito garoto mimado, que não ganhou o presentinho tão almejado.

       Foi um fim se semana em alta velocidade, e também de quedas, de tombos, de máscaras caindo. Graças a Hamilton e Raikkonen, o sutil venceu, o arrogante perdeu. Alguns amigos comentaram que Hamilton perdeu o título por outras razões, algo como: " se não é na entrada é na saída". Eu digo que ele perdeu porque lhe faltou experiência e principalmente humildade. Ele com certeza será campeão um dia, mas só depois de adquirir o que lhe falta,  e isso só o tempo vai lhe conceder, pois como se diz na Espanha: "máz sabe el diablo por viejo que por ser diablo".
JOSÉ MIGUEL DELGADO
Enviado por JOSÉ MIGUEL DELGADO em 21/10/2007
Reeditado em 21/10/2007
Código do texto: T704205

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (José Miguel Delgado - www.jmdelgado.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JOSÉ MIGUEL DELGADO
São Caetano do Sul - São Paulo - Brasil, 57 anos
224 textos (35445 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 06:36)
JOSÉ MIGUEL DELGADO