Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AUSÊNCIA

Recordando o passado encontrei você perdido no tempo. Lembrei de quando eu era criança! Inocente ainda, já tinha muito amor e carinho pela vida e pelas pessoas que nos cercava. Coberto de amor e envolvido pela emoção, sentia-me seguro ao teu lado. Sorria sempre! Sentia no meu intimo que nada poderia nos abalar, pois o mundo inocente em que vivia era pura paz. Éramos apegados um ao outro, o que me levava a pensar que nada poderia afetar este relacionamento paternal. Vivi uma infância invejada por outras crianças, que por sua vez queria ter um amor espontâneo igual ao nosso. O tempo foi passando! Tornei-me um adolescente e a vida mudou. Problemas foram aparecendo e aquele coração cheio de alegria e esperança foram crescendo cheio de desesperança. Treze anos depois você saiu da minha vida sem ao menos se despedir. Já faz dezoito anos que nos deixou e a sua lembrança continua viva dentro do meu coração. Quando partiu, o mundo desabou sobre mim. Procurava-o em todas as partes do mundo. Fui aos lugares que freqüentava e não te achava. Procurei no infinito! Só encontrei a solidão. Fui até a esperança, lá só estava a tua lembrança. Resolvi procurar Deus! Foi lá que encontrei todas as respostas para minhas dúvidas. Chegando lá perguntei ao Pai Supremo: Deus! Por acaso não viu passar por aqui um senhor? Ele respondeu: Não seria aquela pessoa que está sentado no banco do jardim a tua esquerda? Quando olhei para o lado, ali estava você meu pai! Lindo, sorridente e sereno como sempre irradiando muita paz. Voltei os olhos para Deus e indaguei: Senhor! Por que meu pai esta aqui? Por que chegou a hora desse querido irmão contribuir conosco neste mundo mais feliz! Já que sua missão no cativeiro terrestre cessou. Foi então que olhei para o céu e com lágrimas nos olhos, compreendi que nunca me abandonou meu pai. Você estava presente sempre na minha vida. O egoísmo e a falta de fé que me fez parar no tempo e chegar a pensar que você teria partido. Hoje olho para trás e as lembranças boas estão presentes em mim, assim como a tua imagem de um pai honrado e sempre presente na vida de todos nós. Tudo isso se resume em uma vida boa e satisfatória chamada Amor.
Este depoimento foi feito no momento mais difícil da minha vida! Más tenho certeza que um dia encontrarei meu pai no pedacinho mais lindo do céu!  TE AMO meu Pai...
Luciano Ricardo
Enviado por Luciano Ricardo em 28/08/2007
Reeditado em 10/01/2009
Código do texto: T628061

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luciano Ricardo
Salvador - Bahia - Brasil, 43 anos
81 textos (52055 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 19:27)
Luciano Ricardo