Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Frases, textos e Poemas Favoritos 2

1 - “ Se eu pudesse - se os deuses permitissem – teria assistido hoje ao seu despertar. E, então, teria feito uma festa de luz, de cor, de aroma. Eu transportaria para tua alcova toda a vibração musical da aurora, todo o estremecimento solar.  E teria enfeitado os teus cabelos com o mais lúcido e macio dos raios de luz; e teria espargido sobre os teus ombros o perfume mais suave da manhã; e teria prendido no teu riso a pétala mais diáfana. E, quando te levantasse, eu faria com que pisasse rosas frescas e voluptuosas; e assim teus pés teriam como que sandálias de perfume.”    ( Nelson  Rodrigues )

2  - O  mundo é grande é cabe
      Nesta janela sobre o mar.
      O mar é grande e cabe
      cama e no colchão de amar.
      O amor é grande e cabe
      No breve espaço de beijar. (* O  Mundo é Grande, de C. Drumond de Andrade)

3 - “  Graças a Deus,  o mundo não é feito apenas de homens sérios, isto é, de gente dotada de boa lógica e muita sensatez. O mundo também é feito de loucos, alias bem menos perigosos do que os outros.    ( Sergio Milliet )

4- “ Há  pessoas que não sabem, ou que não se lembram de raspar a casca do riso para ver o que há dentro.”  ( Machado De  Assis)

5  - Dizem que finjo ou minto
     Tudo que escrevo. Não.
     Eu simplesmente sinto
     Com a imaginação.
     Não uso o coração.
     Tudo o que sonho ou passo,
     O que me falha ou finda,
     É como que um terraço
     Sobre outra coisa ainda.
     Essa coisa é que é linda.
     Por isso escrevo em meio
     Do que não está ao pé,
     Livre do meu enleio,
     Sério do que não é.
     Sentir? Sinta quem lê!      (Isto, de Fernando Pessoa)

 6  -   Quem escreve
              é
        um visitante

        Chega nas horas da noite
        e toma o lugar do
              sono
       
          Chega à mesa do almoço
          come a minha fome
         Escreve o que eu nem supunha
            Assina o meu nome
                  (Eunice Arruda)

7 - Sou mutante. Não anseio a majestades cristalizadas em palavras que não voltam atrás. Eu volto palavras, gestos e sentimentos. Mudam tempos, momentos, situações, mundo... Por que não mudo eu? Livrai-me do engessamento burro da prepotência! Peço desculpas e me sinto aliviada. Se o outro vai desculpar ou não depende do grau de irredutibilidade dele. Aí já não é comigo. Repensar é consertar. "Eu não sou sempre da minha opinião." Considero a sua e, se for o caso, reconsidero a minha."        (Paul Valéry)

8-   parem
eu confesso
sou poeta
cada manhã que nasce
me nasce
uma rosa na face
parem
eu confesso
sou poeta
só meu amor é meu deus
eu sou o seu profeta   ( Paulo Leminsk)
       
9-quando olho nos olhos
   sei quando uma pessoa
   está por dentro
  ou está por fora
  quem está por fora
  não segura um olhar
  que demora
  de dentro de meu centro
  este poema me olha (EU -    Paulo Leminsk)

10- Minha dor é velha
     Como um frasco de essência cheia de pó.
     Minha dor é inútil
     Como uma gaiola, numa terra onde não há aves,
     E minha dor é silenciosa e triste
    como a parte da praia onde o mar não chega.
                                      (Álvaro de Campos)

11- quando eu vi você
     tive uma idéia brilhante
     foi como se eu olhasse
     de dentro de um diamante
     e meu olho ganhasse
     mil faces num só instante
     basta um instante
     e você tem amor bastante (  Amor Bastamte,Paulo Leminsk)

12 “ ... Perdi alguma coisa que me era essencial, e que já não me é mais. Não me é necessária, assim com se eu tivesse perdido uma terceira perna que até então me impossibilitava de andar, mas que fazia de mim um tripé estável. Essa terceira perna eu perdi.    E voltei a ser uma pessoa que nunca fui.  Voltei a ter o que nunca tive: apenas duas pernas. Sei que somente com duas pernas é que posso caminhar. Mas a ausência inútil da terceira perna me faz falta e me assusta, era ela que fazia de mim uma coisa encontrável por mim mesma, sem sequer precisar me procurar.   ( Clarice Lispector-  A  Paixão Segundo G. H.)

13-  O Vento na Ilha (Pablo Neruda)

Vento é um cavalo:
ouve como ele corre
pelo mar, pelo céu.

Quer me levar: escuta
como ele corre o mundo
para levar-me longe.

Esconde-me em teus braços
por esta noite erma,
enquanto a chuva rompe
contra o mar e a terra
sua boca inumerável.

Escuta como o vento
me chama galopando
para levar-me longe.

Como tua fronte na minha,
tua boca em minha boca,
atados nossos corpos
ao amor que nos queima,
deixa que o vento passe
sem que possa levar-me.

Deixa que o vento corra
coroado de espuma,
que me chame e me busque
galopando na sombra,
enquanto eu, protegido
sob teus grandes olhos,
por esta noite só
descansarei, meu amor.

14-  Os olhos do amado
      Esqueceram-se nos teus,
      Perdidos em sonho.  (     Felicidade -       Helena Kolody)


15- Meu amado me diz
       que sou como maçã
       cortada ao meio.
       As sementes eu tenho
       é bem verdade.
       E a simetria das curvas
       Tive um certo rubor
       na pele lisa
       que não sei
       se ainda tenho.
       Mas se em abril floresce
       a macieira
       eu maçã feita
       e pra lá de madura
       ainda me desdobro
      em brancas flores
     cada vez que sua faca
     me traspassa.         (Fruto  e Flores,  Marina Colasanti )

16- Feliz é quem se reencontra com prazer ao despertar, reconhecendo – se como a pessoa que gosta de ser”.   ( Paul Valéry , filósofo, escritor e poeta francês)

17 -  Não  há melhor lugar para estar do que estar contente.  ( Gonçalo  M.  Tavares).

18-  Você está tão longe
      que ás vezes penso
      que nem existo

      nem fale em amor
      que amor é isto    (  Paulo Leminsk)

19-  "No fim tu hás de ver que as coisas mais leves
       são as únicas que o vento não conseguiu levar:
       um estribilho antigo
       um carinho no momento preciso
       o folhear de um livro de poemas
       o cheiro que tinha um dia o próprio vento..."
       (Mário Quintana)

20- ler se lê nos dedos
       não nos olhos
       que olhos são mais dados
       a segredos
     (Paulo Leminski)

21-  Deixa que eu te ame em silêncio
      Não pergunte, não se explique, deixe
      que nossas línguas se toques, e as bocas
      e a pele
     falem seus líquidos desejos.

     Deixa que eu te ame sem palavras
     a não ser aquelas que na lembrança ficarão
     pulsando para sempre
     como se o amor e a vida
     fosse um discurso
     de impronunciáveis emoções.  Silêncio Amoroso - Affonso Romano)

22-  Aquilo que capto em mim tem, quando está sendo transposto em escrita, o desespero das palavras ocuparam mais instantes que um relance de olhar".    Clarice Lispector


Roberto Passos do Amaral Pereira
Enviado por Roberto Passos do Amaral Pereira em 29/11/2007
Reeditado em 20/03/2011
Código do texto: T758250
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Roberto Passos do Amaral Pereira
Vitória - Espírito Santo - Brasil
1289 textos (129554 leituras)
11 áudios (1585 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 00:15)
Roberto Passos do Amaral Pereira