Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A FESTA NA CASA DO VADALCO

Ô bicho bom é festa! Seja alusivo a casamento, batizado, aniversário, formatura e... Se na casa do visinho, melhor ainda. Vadalco de Deca Rola, tinha motivos de sobra para promover um festão. O cinqüentenário do seu natalício, o batizado do primeiro neto, o casamento da filha caçula e, se não bastasse, as bodas de prata matrimonial. Matou um cevado, comprou litros de brejeira contratou o trio de forró ‘Raimundo do fole e suas arrochadinhas’, para a animação. A festa era só alegria, uns comiam, outros bebiam e a maioria dançava. Mas, por pura obra do rabudo, pois onde há cachaça tem o dedo do diabo, alguém atira pimenta no salão provocando uma crise de espirros nos dançarinos, dando inicio ao furdunço. Copos, garrafas, cadeiras, mesas, bancos e tamboretes voavam de um lado para outro. Chamaram a policia, em poucos minutos a bacurau esbarra na porta. O comandante do destacamento dos Cafundós, o sargento cabo Felix já desceu empunhando o porrete e aos berros invade o salão gritando com o anfitrião: Esteja preso seu safado! Vadalco com seu trejeito angustioso olha para a autoridade policial e diz:
 - Comeram minha carne assada;
 - Beberam minha aguardente;
 - Quebraram minha casa toda;
 - E agora, o senhor ainda quer bater na gente!
Chiquimribeiro
Enviado por Chiquimribeiro em 05/09/2007
Reeditado em 17/03/2015
Código do texto: T640356
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chiquimribeiro
Fortaleza - Ceará - Brasil
549 textos (78819 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 11:43)
Chiquimribeiro