Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEMPESTADE E BRISA



Não quero ser tempestade, só uma brisa,
que suave, balança  a palha da palmeira.
onde repousam as andorinhas  voadeiras.

Não quero ser a tempestade que assusta,
os transeuntes que se arriscam pelas ruas.
Causando estragos e deixando árvores nuas.

Não quero ser a tempestade que  assusta,
Serei só brisa, que da janela se perscruta.

 05/07/2016 -VEM





Vanderleis Maia
Enviado por Vanderleis Maia em 08/07/2016
Código do texto: T5691225
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Vanderleis Maia
Imperatriz - Maranhão - Brasil
1412 textos (121129 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/03/20 14:31)
Vanderleis Maia