Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A FOFOCA DA CARLOTA

HOJE É DIA DE CIRCO.
PALHAÇO PIMPÃO ESTÁ SE ARRUMANDO,
A CRIANÇADA GHEGANDO,
PARA VER O PALHAÇO SORRIR.

MAS PIMPÃO ESTÁ TRISTE,
NÃO ACHA GRAÇA EM NADA,
E NO MEIO DA CRIANÇADA,
TEM QUE FAZER PALHAÇADA.

DONA CARLOTA, QUE GOSTA DE FOFOCA,
VIU A LÁGRIMA DE PIMPÃO.
CONTOU PARA TODO MUNDO
E ARRUMOU A CONFUSÃO.

O PALHAÇO NÃO PODE CHORAR,
DISSE DONA CARLOTA.
DEVE A CRIANÇA ALEGRAR
E CONTAR MUITA ANEDOTA.

E PIMPÃO FICOU MAIS TRISTE,
POIS PALHAÇO TEM SENTIMENTO,
É CARLOTA AINDA INSISTE
EM AUMENTAR SEU SOFRIMENTO.

SEM SABER QUE A ALEGRIA
DO PALHAÇO ACABOU,
PORQUE NAQUELE DIA
O CIRCO ELE DEIXOU.

ESTAVA VELHO E CANSADO
PARA O CIRCO ACOMPANHAR
E MUITO CHATEADO,
TEVE QUE SE APOSENTAR.

E A FOFOCA DA CARLOTA
LHE CORTOU O CORAÇÃO.
MAS A CRIANÇADA A SUA VOLTA,
ALEGROU O PALHAÇO PIMPÃO.

QUE VOLTOU A FAZER PALHAÇDA,
NAQUELE MESMO LUGAR.
E TODO DIA A CRIANÇADA
VINHA COM ELE CANTAR:

CARLOTA NÃO FAZ FOFOCA,
SENÃO VAI LAMBER SABÃO.
SEM OUVIR AS ANEDOTAS,
DO PALHAÇO PIMPÃO.
Vera Ribeiro Guedes
Enviado por Vera Ribeiro Guedes em 12/07/2005
Código do texto: T33347


Comentários

Sobre a autora
Vera Ribeiro Guedes
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil, 58 anos
131 textos (62943 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/11/20 15:00)
Vera Ribeiro Guedes