Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto









“ANJO DA GUARDA”.

    

 

 

As flores que eu mandava pra você

Nunca elas chegaram as suas mãos,

Alguém as mandava devolver

Eram devolvidas as flores e o cartão.

 

Triste e magoado com você...

Tentei tira-la do meu coração,

Um anjo um dia veio nos socorrer

O anjo então desfez a confusão.

 

Era a sua irmã que não queria nosso amor

Foi a sua irmã que quis te afastar de mim,

Não tinha coração e entre nós dois se colocou

Ela é mal amada mesmo assim.

 

Foi desmascarada e teve que pedir perdão

Chorou desesperada então eu quis lhe perdoar,

Foi o anjo da guarda quem salvou nossa união

Agora então felizes já podemos nos amar.

 







Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 28/08/2007
Código do texto: T627472
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Antonio Hugo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 60 anos
3913 textos (262299 leituras)
185 áudios (36423 audições)
9 e-livros (7461 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 09:04)
Antonio Hugo

Site do Escritor