Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Há Esperança: O Amor Não Acabou

“O amor nunca falha...”  ( I CO. 13: 8).
Assunto Geral: Deus: a fonte do amor.

Objetivo Geral: Mensagem Pastoral

Objetivo Específico: Imprimir na mente dos ouvintes que a essência de Deus é o amor.

Proposição: Aquele que não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor.

Introdução: Creio que virou rotina ouvirmos sobre crises, violência, injustiça, impunidade, corrupção, CPIs, fome, tragédia, chuvas em demasia em algumas regiões do mundo, seca em outras, desemprego guerras, terremotos e outros fatos que fazem a história do nosso tempo. Todavia, não podemos fugir à esta realidade, não é fantasia, está acontecendo diante de nossos olhos. E, sem sombra de dúvida, um tema que se fala muito no arraial no senhor é sem sombra de dúvida a falta de amor, a falta de compromisso, falta de envolvimento, intolerância, muitas reclamações, algumas rusgas e farpas que, muitas vezes, geram mágoas. Entretanto, observemos atentamente a palavra do Senhor Jesus Cristo em Mateus 24:12: “E por se multiplicar a iniqüidade o amor de quase todos esfriará”.  Nestas palavras do Mestre há esperança, pois, o Senhor Jesus não diz que o amor acabou por completo, e sim, que ele “esfriará no coração de quase todos” e não de todos, ainda há, apesar de alguns céticos, corações sensíveis ao amor.

I – O Amor Resplandece na Escuridão
“O povo, que estava assentado em trevas, viu uma grande luz; e aos que estavam assentados na região e sombra da morte a luz raiou” (Mt. 4:16).
Ainda que se fale, e muito, da falta de amor, ainda assim, o amor de Deus se manifesta na vida daqueles que abrem seus corações para que Jesus seja o Senhor de suas vidas: “Jesus respondeu e disse-lhe: “Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e o meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada” (JO 14:23). O Amor de Deus resplandeceu num mundo mergulhado em densas trevas espirituais. Relatar aqui tragédias cotidianas só comprovaria a verdade da triste realidade em que a humanidade está imersa. Porém, a luz do amor de Deus brilha intensamente: JESUS CRISTO.

II – O Amor de Deus Derramado Nos Corações Gera Alegria
Somente o amor explica o sentido da vida. Grandes coisas o Senhor tem feito pelo seu povo. Mesmo nos momentos mais críticos ou nas situações de total adversidade o Senhor está ao lado daqueles que confiam n’Ele: “Assim também vós agora, na verdade, tendes tristeza; mas outra vez vos verei e o vosso coração se alegrará, e a vossa alegria ninguém vo-la tirará” (JO 16: 22). Sábias palavras do apóstolo Paulo: “No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder” (Ef. 6:10). O apóstolo Pedro faz uma declaração em I Pedro 1:8 sobre a alegria indizível daqueles que entregam suas vidas ao senhorio de Jesus: “Ao qual, não o havendo visto, amais; no qual, não o vendo agora, mas crendo, vos alegrais com, gozo inefável e glorioso”.

III – Conclusão
Se amor esfriou em quase todos, conforme as palavras do Senhor Jesus Cristo, que não seja em mim, em ti, em nós. Se fizermos uma recapitulação sincera veremos o quanto Deus tem sido fiel. Perceberemos a Sua bondade e a sua fidelidade constante em nosso favor. Não há tempo a perder. Estamos lançando hoje as sementes dos frutos que colheremos amanhã. O que estamos construindo? O que colheremos? Quais lembranças que teremos destes dias? Clame ao Senhor. Se necessário perdoe. Busque a paz. Deus é fonte de alegria e amor, a nossa razão de viver. Grandes coisas fez o Senhor por nós, por isso estamos alegres. Quer ser alegre? Quer ver Deus? Ame.

Paulo Cezar Santos
Enviado por Paulo Cezar Santos em 10/11/2007
Código do texto: T731491


Comentários

Sobre o autor
Paulo Cezar Santos
Aracaju - Sergipe - Brasil, 63 anos
109 textos (13781 leituras)
2 e-livros (75 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/03/21 15:18)
Paulo Cezar Santos