Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

 
                            A Promessa da Ressurreição 

            No primeiro livro da Bíblia quando o homem pecou Deus prometeu à ele a salvação. Esta salvação viria através de Jesus, o Deus encarnado homem.

            É interessante que segundo a Bíblia a mulher foi seduzida pela serpente e ela induziu o homem também a pecar. No entanto, foi pela mulher que se abre as portas da salvação. Foi o SIM de Maria que se inicia a gestação do Homem-Deus. 

            Como no primeiro livro da Bíblia o escritor sagrado cita Mulher, no ultimo livro o autor sagrado (João) também cita Mulher. Evidentemente, podemos ter múltiplas interpretações sobre tais citações e uma delas é também Maria. Mas esta reflexão não é para falar desta Mulher (Maria) e sim, refletir a ressurreição. 

            Voltando as promessas de Deus feita no primeiro livro, observamos que a partir desta promessa (Salvação) Deus vai construindo e preparando um povo para a vinda de Jesus. É uma longa caminhada aonde Ele (Deus) vai suscitando lideres espirituais, construindo nações, suscitando profetas, elaborando uma constituição (normas para viver em comunhão com a fé professada).

            Quando Jesus vem, parte de seu povo não o reconhece, outra sim, e novamente, já não por Deus Pai, mas pelo Deus Filho vai sendo construindo um novo povo. Este povo são os cristãos, que na verdade, são os judeus que aceitaram Jesus. E é a partir desde mesmo povo escolhido que surge a segunda promessa; a vida eterna, a imortalidade do homem. 

            Mas, com Jesus algo novo acontece, não apenas a promessa da ressurreição, a certeza que a vida nova já se encontra aqui e devemos vivê-la juntamente com a garantia da ressurreição.

            Talvez o que muitos hoje se perturbam é querer desvendar os mistérios de Deus quanto a ressurreição, vivendo com a mente voltada após a morte procurando saber como é a vida eterna e focalizando a ressurreição com o conhecimento humano, isto é, buscando explicações de fé, com a racionalidade humana. 

            Ainda que nós cristãos almejemos a eternidade, é preciso que vivamos este amor de Deus aqui e agora, aproveitando da certeza da existência de Deus; procurando amar um ao outro; encontrando em Deus as respostas que sempre precisamos em nosso dia a dia; viver a prática da caridade, manter sempre acesa a esperança e a confiança nas escrituras. 

            Como um dia a promessa feita no primeiro livro da Bíblia se cumpriu, a promessa da eternidade se cumprirá para aqueles que viverem este amor de Deus aqui. A salvação não é conquista, mas é graça e todo aquele que vê o filho vê o Pai e todo aquele que ama o filho o Pai o ama também.

Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 11/11/2007
Reeditado em 11/11/2007
Código do texto: T732981
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 52 anos
5354 textos (1255975 leituras)
5 e-livros (11990 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 23:11)
Ataíde Lemos

Site do Escritor