Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NÃO ME APEDREJEM EM VIDA

NÃO ME APEDREJEM EM VIDA

Não me apedrejem em vida.
E não me mandem flores na morte.
As pedras, em vida me ferem,
As flores, na morte não exalam,
Os mortos, carinhos, não querem,
Não sentem, não cheiram, não falam.

Aceitem-me com meus defeitos,
Virtudes, eu pouco tenho,
Estimulem-me nos meus feitos.
Se quiserem, desejem-me sorte;
Mas, não me mandem flores na morte.

Se quiserem me ver feliz
Ajudem-me, então a conquistar
As coisas que eu sempre quis.
Ensinem-me, na justiça ser forte;
E não me mandem flores na morte.

Se eu erro, venham corrigir-me,
Sou fraco, às vezes tropeço.
E se possível sem ferir-me.
Não deixem que a amizade aborte
E não me mandem flores na morte.

A paz acontece em vida,
Discórdia não leva a ela.
Se a falta é esquecida,
Antes que o ódio aporte,
Não me mandem flores na morte!
Luiz Gonzaga da Silva
Enviado por Luiz Gonzaga da Silva em 29/07/2007
Código do texto: T583952

Comentários

Sobre o autor
Luiz Gonzaga da Silva
Alta Floresta - Mato Grosso - Brasil, 92 anos
8 textos (609 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/05/21 09:04)
Luiz Gonzaga da Silva