Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

todo poeta não é são

todo poeta não é são,

fica sempre uma loucura
confluindo coa verdade,
sempre um gole a mais de vinho,

fica sempre uma paixão
caminhando à noite insana,
uma rosa e sangue e mortes,

sempre muitas mortes num só tomo,
sempre muita noite n’ânsia e em sonhos,
sempre os sonhos ilusórios
e os espectros passeando galerias segredadas
a um acaso do destino.

fica sempre um estribilho
que não toa uma canção,
uma nota sem morada
sobre a pauta torta e torta,

e sempre uma palavra sem contexto.

— todo poeta é são?,
— não, não é.

fica sempre a inconsciência
sobre o ato de uma fala
que entre as nuvens de avião

faz piuí, piuí, piuí!

(03/11/2004)

este e outros poemas do autor fazem parte da obra "Esquizolira e Desalinho" publicada neste link:
http://perse.doneit.com.br/paginas/DetalhesLivro.aspx?ItemID=669
andré boniatti
Enviado por andré boniatti em 27/03/2006
Reeditado em 21/07/2011
Código do texto: T129260
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
andré boniatti
Corbélia - Paraná - Brasil
380 textos (51358 leituras)
18 áudios (1391 audições)
12 e-livros (777 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/04/21 16:46)
andré boniatti