Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cárcere

Entrar aqui, é como gravar na alma a ferro quente
o retrato mais contundente
da violência e do desafeto...

É caminhar sobre o tênue limite
que separa a lucidez da insanidade
a indignação da impotência...

É chegar ao fundo de um escuro poço...
Ver num só ser, o que violenta e o que é violentado.

É perder de vista o limite
entre o amor e o ódio mais profundos...







Aurea Maria da Rocha Pitta
Enviado por Aurea Maria da Rocha Pitta em 29/07/2005
Reeditado em 03/09/2006
Código do texto: T38757
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Aurea Maria da Rocha Pitta
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 68 anos
26 textos (7793 leituras)
1 áudios (311 audições)
4 e-livros (858 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/07/20 13:07)
Aurea Maria da Rocha Pitta