Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EUFORIA GERAL

Para amanhã, espera-se o novo.

Espera-se um dia melhor que o anterior.
No próximo, e para ele mesmo.
Também para o nem tão próximo.

Espera-se um Brasil melhor, diferente,
após o domingo de eleições.
Espera-se o que poderá vir logo, logo.

Espera-se no povo, nos salários
porvindos. Espera-se a porta aberta
sem tramelas, maçanetas.

Chora-se por nada, bocas famintas,
exasperadas,
espelhadas para o dia seguinte.

Enquanto esperamos, a alma faz
o seu desvelo, enrola o novelo das esperas.

Como antes, feito abelhas tontas,
produzimos o mel de todos os dias.

Tomara muitos saibam de seu gosto.
Que espera não seja desgosto.


Do livro OVO DE COLOMBO. Porto Alegre: Alcance, 2005, p. 33.
Joaquim Moncks
Enviado por Joaquim Moncks em 09/09/2005
Reeditado em 20/10/2006
Código do texto: T49150
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Joaquim Moncks
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 74 anos
3679 textos (918811 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/11/20 02:33)
Joaquim Moncks