PAIXÃO, AMOR E ODIO!...

Odeio o mar em sua imensidão e beleza

Odeio todas as embarcações que por ele cruzam

Odeio esse barco com o qual navegas

E que te leva pra longe, para outras terras,

Onde outros amores te esperam

E no meio da noite maldita, vais acariciar...

Odeio portos e ilhas onde bebes o vinho

O tinto servido por mãos que não são as minhas

Odeio a natureza que me fez assim, apaixonada!...

Odeio o singrar dos sonhos que acalentei

E vi na distância se perderem na crista das ondas

Deixando-me apenas dias de dor e tristeza...

Odeio tudo que me afasta de ti!...

Como dizer ao coração pra ter paciência?

Que espere que nestas terras venhas aportar!...

Navegar por meus mares de ilusão...

Como dizer a minha alma que não chore

Que um dia talvez lembres de voltar?...

Falar ao corpo que espere os beijos desejados

Espere o calor dos teus braços

Que tenha paciência!...

Como?

Se a impaciência em ser por ti amada

Traz a febre da paixão que me consome!...

Delírio de quem ama e deseja ser amada

A carne tremula, em madrugadas solitárias,

Queimando!... Ardendo em louco desejo...

Não há como navegar com paciência neste mar

Se em mim há um oceano de águas revoltas

Tempestades e furacões que açoitam as velas

Fustigando a embarcação de proa a popa

Necessito do teu amor

Para que possa encontrar calmaria...

Se me faltas irei naufragar!...

Odeio o mundo que nos separa e me faz chorar

E faz do meu canto um canto triste...

Um grito a chamar por teu amor!.

Odeio esta chama que envolve meu ser

Este sentimento que me faz amante irracional,

E enfraquecida não sei como apagar...

Odeio o amor e suas dores!...

No horizonte onde se delimitam céu e terra

Encontram-se meu amor e ódio

E por tudo ainda, o que sei

É a certeza que te quero.

E aqui estarei no emaranhar dos sentimentos

Nas revoltas por ser humana, conciente!...

Que vivo apenas por te amar...

Santo André

SP-BR

25.01.2005

CARMEN CRISTAL
Enviado por CARMEN CRISTAL em 26/04/2005
Código do texto: T13108
Classificação de conteúdo: seguro
Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.