Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR ERRANTE

*Fanny*

Abrem-se os portais da madrugada
na esperança que chegues com o beijo da Lua
mas as estrelas escondem-se...
murmuram-me somente
ausências de ti.

Vagueio pelas veredas dos meus silêncios,
abro as janelas do horizonte
mas apenas vislumbro a escuridão
e a saudade que chora por ti
aconchegada em minha solidão.

Às vezes, nem sei se adormeço...
sei que sonho que vens até mim
e o meu sorriso galga o infinito,
querendo tocar-te... amar-te.

Ouço as melodias peregrinas da noite
e o teu olhar parece estar a seguir-me
disfarçado nas sombras da lua e do vento.
Mas não!...
São somente recordações...
que teimam em renascer
nos labirintos do meu coração
submerso em fantasias e ilusões.

Oiço os suspiros do universo...
Percebo o convite para sonhar...
Quem sabe a tua presença chegue até mim,
se eu cerrar as pálpebras do desejo?
Quem sabe eu possa sentir a canção
mágica do sonho?
Talvez!

Talvez os teus lábios me acordem
a soletrar em sussurros a palavra:
" Amor..."

Depois
...
....
o silêncio do beijo.
Fanny Estrela
Enviado por Fanny Estrela em 22/06/2005
Código do texto: T26842


Comentários

Sobre a autora
Fanny Estrela
Portugal
230 textos (7729 leituras)
1 e-livros (102 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/06/20 12:49)
Fanny Estrela