ADEUS A UM GRANDE AMOR...

Relutei tanto em dizer adeus!...

Virei o rosto para não ver...

Era difícil acreditar

Que um amor que foi tão lindo

Vivido com tanta intensidade

Livre!...

Sem imposições ou condições...

Tivesse seu final...

Como acreditar que,

Um amor que existiu por existir

Dando-se por querer

Do mais doce carinho

Às loucuras da paixão

Um amor que parecia eterno!...

Havia terminado...

Sem que eu desejasse!...

Adiando quanto pude...

Chegou à hora!...

O amor!...

O nosso amor chegou ao fim...

Sobre ele minha última lágrima...

Como fora um lenço branco

Á ti que foi meu mundo

Minha vida...

Meu amor!...

Aceno com estes versos

O último adeus!...

Por mais que tenha relutado

Adiado!...

“O triste momento”

Ele chegou!...

Não há mais como não ver

Colocaste bem ali!...

Diante dos meus olhos..

Em letras garrafais!...

FIM!...TUDO ACABOU...

Como queiras!...

Hoje resignada aceito tua vontade...

Numa hora que deveria ser de felicidade

me causas dor...

Saio da tua vida como entrei...

Sorrindo!

Tranquila e meiga como sempre fui

(mesmo em lágrimas)

Acenando com o melhor de mim

Com amor e muito carinho!...

Faço tua vontade!...

Digo adeus...

Santo André

SP-BR

07.06.2005

http://www.cristal.prosaeverso.net

http://www.sokarinhos.com.br/ebook/ebook_carmenortiz.htm

http://www.abrali.com/pag/cd/carmen_ortiz/indice.htm

http://geocities.yahoo.com.br/ecos_da_poesia/carmem_ortiz.html

CARMEN CRISTAL
Enviado por CARMEN CRISTAL em 26/06/2005
Reeditado em 26/06/2005
Código do texto: T28096
Classificação de conteúdo: seguro
Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.