Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MENINA FACEIRA

Escritora...
Atiçadora...
Inovadora...
Provocadora...
Encantadora...
Deslumbradora...

Com o teu gesto
Encanto e manifesto
Provocas o meu protesto
Fico eu vislumbrando o resto...

Ao ler tua escrita maneira
Imaginando-te menina faceira
Vou sem rumo, sem eira nem beira
Buscando-te assim de quarta à terça-feira

Sem jamais sentir sequer cansaço
Mesmo no inverno ou no mormaço
Para invadir a beleza de teu espaço
Querendo do teu coração um pedaço
 

Viver para poder possuir-te
Buscando uma forma de intuir-te
A me acatar e permitir-me deglutir-te
E em feedback minha energia a fluir-te

Na banheira ou na cama, no solo, na pia ou na janela
Contigo amar e te acariciando sob a forma mais bela
Sugar do teu corpo o teu mel, a tua seiva, o teu sabor
E depositar em ti, mulher amante, todo o meu amor

Explorar do teu corpo todos os caminhos
Cercar-te de flores sem nada de espinhos
E no perfume que de cada poro teu exala
Inebriar-me enquanto só o coração fala

Sentir tuas unhas afagos e carícias
Extasiado, em meu corpo delirante
E provar de ti todas as tuas delícias
Embriagado e em torpor alucinante
Em tuas pegadas cheias de malícias
Ser do Universo o mais ativo amante

Enquanto beijar-te dos pés à cabeça
Para que de nós nenhum se esqueça
Vou dizer-te palavras com todo ardor
E acender em ti tua luz teu esplendor

Amar-te vigorosa e suavemente
Em movimentos lentos ou velozmente
Enquanto levar-te ao clímax da sensação
Depositar em ti a semente do melhor embrião

Navegar contigo todo o espaço sideral
Nessa nave serás tu a tripulante principal
Em êxtases e delírios em febre desvairada
Tornar-te de todas a mulher mais safada

Hás de me deixar pleno de felicidade e todo arranhado
Para sentir-me, de todos, o macho mais realizado
Por saber ser eu o teu homem ! O teu safado !
Sedento de ti, não mais que o teu tarado !

Então depois de tanto nos amarmos loucamente
Ao ficarmos deitados juntinhos e relaxadamente
Poderemos lembrar de tudo o que nos ocorreu
Vivendo novamente em sonho o nosso apogeu

Em sono profundo iremos descansar
Em busca de podermos em nós revigorar
A poderosa energia que nos fará recomeçar...
Oh, Céus ! ... Isso nunca mais haverá de acabar...


Heraldo Lage
Amigos Verso & Prosa
http://www.hlage.com.br
Em 18-09-2005 - 23:05 hs.
Cdor HeraldoLage
Enviado por Cdor HeraldoLage em 24/09/2005
Reeditado em 16/11/2012
Código do texto: T53322
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Cdor HeraldoLage
Santos - São Paulo - Brasil, 69 anos
46 textos (3722 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/07/20 21:31)
Cdor HeraldoLage