Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PRENHEZ DE FOGO E BRAÇOS

Estamos perto da lareira.
O fogo do ventre é vermelho.
Os olhos são tudo,
uma tocha ardente
e mãos cegas.

Penetra-me!
Diz a voz do fogo
e seu púbis reclama.

A tocha! A tocha!
Arde a lareira
e seus pêlos.

Cospe! Cospe mais!
O centro do mundo gravita
grávido
prenhez de fogo e braços.

Bocas são pontas de aço
enquanto as labaredas
dançam.

Do livro O POÇO DAS ALMAS. Pelotas: ed. da Universidade Federal, 2000, p. 45.
http://www.recantodasletras.com.br/poesias/53912
Joaquim Moncks
Enviado por Joaquim Moncks em 26/09/2005
Reeditado em 26/02/2008
Código do texto: T53912
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Joaquim Moncks
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 73 anos
3588 textos (903674 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/07/20 22:48)
Joaquim Moncks