Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MADRUGADA

                                 


                                  MADRUGADA


                     Madrugada. O sol da noite ilumina
                     E aclara a negra escuridão.
                     Escuridão que encanta e fascina
                     Todo e qualquer coração.

                     Madrugada, testemunho de muita paixão,
                     Raio de luz que esconde e ilumina meliantes
                     E que abrilhanta com seu negro clarão
                     O fogo que envolve os amantes.

                     Madrugada. No teu ventre, um raio de luz
                     Vindo de um feixe de estrelas cadentes
                     Embriaga, abre o caminho e conduz
                     Os amantes, para afagos e beijos ardentes.

                     Madrugada, que aos delinquentes dás vida,
                     Aos amantes momentos delirantes,
                     Aos animais selvagens, guarida
                     Não guardas para ti mesma, uns instantes.
Povo Lusitano
Enviado por Povo Lusitano em 25/09/2007
Código do texto: T668049

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Povo Lusitano
Portugal, 62 anos
311 textos (24343 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 06:45)
Povo Lusitano