Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Insignificâncias

Todos os dias
As mesmas saídas
Despedidas
Adeus!!!
Essa vida
Que finda
Na berlinda escura
As vezes ensolarada
De uma metamorfose mal acabada
Me traz de volta
Mil desesperos
E no destempero do hoje
Regurgito o passado
Amassando o futuro
Entre dentes perversos
No reverso da vida
Corpos esquecidos
Corações eternizados
E eu mais uma vez calado
Convulsiono em agonia
De dia, de noite, eternamente
E nem sempre espero
Busco o que não encontrei
Agora sei que a esperança
Nem sempre é tudo
Se agora fico mudo
No escuro escuto meu coração
Que bate sem ritmo
E no íntimo
Continuo sabendo
Que praticamente nada sei...
Paulo Raven
Enviado por Paulo Raven em 12/02/2020
Código do texto: T6864766
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Paulo Raven
Longyearbyen - Svalbard - Svalbard
203 textos (8073 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/04/20 06:39)
Paulo  Raven