Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MANUELA

( POEMA EM RESPOSTA, A "AS DORES DE MANOEL", PUBLICADO EM 2008) TAMBÉM DE MINHA AUTORIA.



Manoel estava livre, sua dor já não sentia.
Manuela, no entanto,
em prantos se consumia.

Manoel andava solto, ia onde ele queria.
Manuela, com seu pranto,
choramingava num canto.

Manoel era sorriso, já não havia sofrimento.
Manuela, no entanto,
sofria ,a todo momento.

Enquanto Manoel sorria,
ela chorava seu pranto.
Mas, cada um no seu canto.

Manuela resolveu que deveria se curar.
O que Manoel mais queria,
era ver Manuela sarar.

Manuela conseguiu voltar de novo a sorrir,
Manoel já não desejava,
ver Manuela partir.

Manoel criou coragem e falou com sua amada,
Mas, só depois que ela ouviu,
foram embora de mãos dadas.

24-06-08-VEM.






Vanderleis Maia
Enviado por Vanderleis Maia em 14/02/2013
Código do texto: T4139451
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Vanderleis Maia
Imperatriz - Maranhão - Brasil
1412 textos (122096 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/03/21 05:21)
Vanderleis Maia