Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ATÉ QUANDO ?


                                    ATÉ QUANDO?



          Menina bonita cresceste,
          Agora mulher, tens ainda mais encanto.
          Raras vezes não sabes rir.
          Igualmente choraste e te comoveste,
          Ante algumas situações soltaste teu pranto
          Reclamando do amor, o devir.
          Intransigente, nunca esqueceste
          Também o passado, que no teu recanto
          Alegria te deu e fez o coração luzir.
          Basta olhar do passado o que recebeste.
          Unanimemente o amor de educador e educando
          Experimentou o mesmo sentir.
          Nunca em tempo algum o negaste.
          Outrora preenchido, agora vazio, pergunta-se: Até quando?
Povo Lusitano
Enviado por Povo Lusitano em 09/10/2007
Código do texto: T687531

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Povo Lusitano
Portugal, 62 anos
311 textos (24343 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 00:54)
Povo Lusitano