Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A gente não tem jeito

esse nosso jeito de se dar
em troca
de se embaralhar
misturar nossos cheiros
não tem jeito
esse desentendimento constante
e depois
o reacerto
essa coisas de palavras mal postas
incertezas
fazem parte
não tem jeito
esses nossos momentos íntimos
segredos
entrelace
entrelinhas
esses medos todos
tolos
esse afeto
nossos gostos distintos
próximos
nossos destemperos
não tem jeito
esse fogo de repente
de novo
esse orgulho tosco
os rumos
os planos
as dores
as flores do jardim
a hortelã
a lã da manta
com nossos cheiros
nossos escondidos
e expostos caminhos
nossas rimas
e pretextos
desacertos
defeitos todos
não tem jeito
nossas gulas
culpas
as desculpas
o passado
tudo é sempre presente
e perfazem nossos momentos
o revôo
o passado não existe
tudo intenso
de repente
fica semente
e cresce de novo
e já é fruto
nossa luta
nossos cheiros
isso já tem séculos
não tem jeito
 
Célio Pires de Araujo
Enviado por Célio Pires de Araujo em 03/12/2007
Reeditado em 14/12/2016
Código do texto: T762734
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Célio Pires de Araujo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Célio Pires de Araujo
São Paulo - São Paulo - Brasil
1144 textos (34042 leituras)
2 e-livros (236 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 01:30)