Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DÉCADA DE 70**

A multidão foi atacada a cavalo e cassetete.
Uma mulher caiu e foi espancada.
Dos prédios, uma multidão atônita aplaudia e vaiava.
Era S. Paulo, Praça da Sé.
Eu estava lá.
Era só um estudante achando que o Brasil tinha concerto.
Logo vieram bombas de gás,
ecoaram-se tiros, gritos aflitos,
e a igreja da Sé logo abriu sua porta.

Eu era pouco mais que uma criança e corria da polícia pelas ruas do Centro.
Escapei pela Conselheiro Furtado
em direção à Liberdade
com dois outros jovens lado a lado.
Fazíamos história com nossas pernas, bocas, medos, coragem.
Dizíamos basta à ditadura militar correndo dos cavalos da PM.

Eu vi! Eu estava lá fazendo história
Escrevendo Direito
Querendo respeito...



Dedicada a todos que viveram com coragem o medo e a esperança que inspirou o País na década de 70.


cp-araujo@uol.com.br
Célio Pires de Araujo
Enviado por Célio Pires de Araujo em 13/07/2005
Reeditado em 21/10/2006
Código do texto: T33919


Comentários

Sobre o autor
Célio Pires de Araujo
São Paulo - São Paulo - Brasil
1360 textos (37987 leituras)
2 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/07/20 08:27)