Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ELA (dedicada a B.B. King)**

“Como é bom poder tocar um instrumento” (Caetano Veloso)


Quando roubaram sua guitarra
foi como se levassem também a sua alma,
rasgassem sua pele,
cortassem suas mãos.

Ela era amada como a namorada,
como aquela flor querida no jardim,
que lhe aliviava só por vê-la tão perto.
Se se sentia só, se estava só,
era em quem tocava de leve.
Se estava feliz ou triste,
alegre com o mundo ou avesso a tudo,
ela estava sempre ali, companheira.

Antes de tê-la comprado, às duras penas,
em dez vezes, quase o mês de trabalho,
era ele a própria desilusão.
Rancoroso e amedrontado com o mundo,
se escondia e não sabia traduzir a dor.
Algo lhe roia,
era como se tivesse perdido uma pessoa querida.
A guitarra lhe trouxe vida,
ajudou-lhe a tirar a angústia
e espantar a solidão.

Quando roubaram a sua guitarra
ele ficou de novo mudo,
roubaram seu mundo, sua alma.
Hoje ele tem outra guitarra
e faz das suas tristezas música
para alegrar a todos,
devolve em harmonias o que sofreu
e quem o vê sorrir
não sabe de onde vem a alegria,
a suavidade e a consonância da sua música

É nela, na sua guitarra,
que ele encontra reconforto e consolo.
Ela lhe entende e traduz
em som as pedras que carregou,
os caminhos que trilhou.

Inspirado em história contada por BB King e dedicada a ele
Célio Pires de Araujo
Enviado por Célio Pires de Araujo em 13/07/2005
Reeditado em 21/10/2006
Código do texto: T33920


Comentários

Sobre o autor
Célio Pires de Araujo
São Paulo - São Paulo - Brasil
1377 textos (38345 leituras)
2 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/20 20:40)