Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ladrão de chuva

Não sei pra onde olhar,

De repente ficou tarde demais

De cara com o escuro

A boca aberta engoliu em seco



um sopro

a alma

o medo



Roubei a chuva

Queria ficar limpo



Nem tão rápido quanto o esquecimento,

Dois ou três dias tristes,

Vejo minhas mãos e elas ainda tremem

já não são partículas



E saí a rua

Pra encontrar o vento



Dil Erick
Enviado por Dil Erick em 18/03/2013
Reeditado em 08/05/2013
Código do texto: T4195049
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Dil Erick
Macapá - Amapá - Brasil, 34 anos
328 textos (15832 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/09/21 23:03)
Dil Erick