Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dádiva

Essa dor
essa imensa tristeza
que leva meu olhar
para o infinito dos seus olhos
me trouxe conforto
no desconforto dos espinhos
da flor que é você
Eu que sou fera
indomado e truculento
encontrei em sua voz
a voz da eloquência
Não que seja fácil
pois é um livro sem prefácio
e na escuridão da sua alma
encontrei calma e abrigo
Minha amiga é afável
as vezes um tanto instável
me doa serenidade
Não quis me apresentar
nenhuma verdade crua
nem da minha pobre alma nua
fez rua, fez passagem
Na dor da minha verdade
tocou com suavidade
me deu atenção preciosa
e me deixou ambicioso
Sedento por mais atenção
espero que na minha dor e tormento
eu não seja tão ingrato
que a insensatez não desfaça
o que fez por mim
enfim, o que por todos faria
Paulo Raven
Enviado por Paulo Raven em 14/02/2020
Reeditado em 14/02/2020
Código do texto: T6866140
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Paulo Raven
Longyearbyen - Svalbard - Svalbard
203 textos (8073 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/04/20 06:55)
Paulo  Raven