Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coração ferido

Meu coração está ferido
As suas batidas já não são tão intensas como outrora
Sinto o esforço de cada batida
Sofrida...como que já chegando a hora

Hora de concluir um ciclo
Mesmo que forma tão precoce
Contrariando tamanha vontade
De prolongar a vida...

A história parece que não terá o fim esperado
Filhos crescidos, homens feitos
Parece-me cada vez mais longe esse direito
Custa-me acreditar no fato consumado

A dor dilacera o meu  peito
Só eu sei e sofro calado
Tentando esconder de todos, com receio
De que me vejam como um derrotado

Sim, é assim que me sinto
As forças se esvaindo
O chão sob meus pés se abrindo
Um turbilhão me conduzindo a um labirinto

Deus sabe o quanto sonhei
Talvez autoconfiança em demasia
Os males, do meu pensamento descartei
Confiando numa força que tudo podia

Força do espírito...força do coração
Uma forma tão especial de enxergar a vida
Admitir seu fim, idéia esquecida
Impossível ceder à razão

Oh meu Deus!

Não queria partir...pelo menos agora
Sinto-me como um artista de obra inacabada
Cujos contornos surgem como a aurora
Impossível, incapaz de ser determinada

Deixo, porém,  a minha história
Bem ou mal concluída
Talvez, mas intensamente vivida
Por alguém que não queria partir...


André Luiz Ribeiro
Enviado por André Luiz Ribeiro em 17/11/2007
Código do texto: T740410

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
André Luiz Ribeiro
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 50 anos
59 textos (4472 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 18:36)
André Luiz Ribeiro