Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto









“AS FADINHAS”.

        

 

 

As fadinhas flutuavam

Com suas asas transparentes,

Nos seus idiomas cantavam

Iguais crianças inocentes.

 

Pensei que fossem hostis,

Mas eram seres divinos,

Eram fadinhas infantis...

Com semblante de meninas.

 

Com suas danças diferentes

Elas semeavam flores...

Com suas flautas regentes

Tocavam canções de amores.

 

No instante que semeavam

Exalavam agradáveis odores,

Por onde passavam deixavam

Os campos multicolores...

 

Tentei vê-las, não mais via,

Fiquei triste, desorientado,

Vi que as fadas não existiam

Só no meu mundo encantado.







 

 

 

 

 

 

Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 28/08/2007
Código do texto: T628025
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Antonio Hugo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 60 anos
3913 textos (262276 leituras)
185 áudios (36423 audições)
9 e-livros (7461 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 19:55)
Antonio Hugo

Site do Escritor