Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VOLTE PARA MIM!

Deixe-me te amar assim mesmo, do jeitinho que você é, com todas as suas complicações, condições e defeitos. Não deixe-me esperar mais. Por que você faz isso comigo?

Dê-me sua mão e deixe-me levá-lo ao meu mundo. Não diga nada. Apenas olhe-me daquela maneira como fitou-me quando eu estava perdido em sentimentos desconhecidos. Menino assustado, sonhador e esperançoso. Que engraçado! Que vergonha! E você chegou.

Cavanhaque cheio e caprichado, homem maduro feito, conhecedor das coisas da vida... Vi a esperança do amor em seus braços; porém, com a mesma rapidez com que a vi chegar, chorei vendo-a ir embora.

Daria qualquer coisa por um carinho seu, por um toque, por um olhar... A esperança perdida. Hoje as lágrimas de decepção lavam meu rosto ansioso pela volta de algo que nem ao menos começou.

Olho para mim e pergunto-me se é possível sentir saudade de algo que nunca tive. Então só me resta torcer para o inverno ir embora, juntamente com minhas lágrimas, enquanto a primavera não chega em meu coração, que insiste em não te esquecer.


Henrique Carlos
Enviado por Henrique Carlos em 16/03/2007
Reeditado em 16/03/2007
Código do texto: T414796


Comentários

Sobre o autor
Henrique Carlos
Embu das Artes - São Paulo - Brasil, 38 anos
18 textos (1816 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 13:54)
Henrique Carlos