Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


"Bem-te-vi...bem-te vi...!
Bem cedo, tempo nublado, ar primaveril aspergindo perfumes de mato orvalhado, flôres do campo beirando o caminho que percorro. As mesmas árvores que vejo todos os dias me saúdam balançando seus galhos cheios de novas folhas. Não tenho tempo de parar sob elas e ali ficar admirando-as, tentando ver o que mudou de um dia para o outro. Será que nasceram mais brotos e flores? Será que há um novo ninho de pássaro ocupando seus galhos? Enfim, passo rápidamente, sigo meu caminho, não as observo muito. Sei que ali moram muitas aves, nessa época então a algazarra matinal é uma verdadeira sinfonia de Babel, como eu chamo, pois aves e passarinhos de várias "nacionalidades", ali ficam a cantar em vários tons e ritmos. Hoje o som estava demais! Por um momento pensei num coral sem maestro, cada qual fazendo sua voz, sem se incomodar com as outras. Como gravo fácilmente os sons em meus ouvidos, achei esse de hoje diferente, parecendo acrescido de vozes múltiplas e algumas desafinadas...Foi então, após andar mais alguns metros, que notei uma saltitante dança logo à minha frente, num flamboiant florido. Ao chegar mais perto já ia ouvindo: vi...vi...vi...vi..Sim! Eram eles, muitos bem-te-vis aparecidos de um dia para o outro, pois numa quantidade assim nunca os havia avistado por ali. Eram vários, de variados tamanhos: "papai bem-te-vi ","mamãe bem-te-vi "e os filhotes os primos, tios e quiçá avós. Revoada visitando a minha escola, chamando a atenção pelo canto, misturando-se ao gorgeio de outros, como das coleirinhas, sabiás, pipilos de pardais etc...Mas o que motivou esta narrativa foi a aula de canto que presenciei: uma da mamães bem-te-vi estava ensinando ao filho o ritmo certo e isso teria que ser gravado! Ela cantava: bem-te-viiii e o filhote repetia desafinado:een... iiiiiiiiii, en..iiiiii. Ela voltava a cantar, como que chamando a atenção dele e a cena se repetia. Juro que percebi nela a bronca que deu no filho, como a dizer: "esforce-se, vamos, cante certo", que a professora está ouvindo!
 Minha aula hoje foi com fundo musical da natureza, em cântico especial a Deus."

19/10/17


Marilda Lavienrose
Enviado por Marilda Lavienrose em 19/10/2007
Reeditado em 12/03/2014
Código do texto: T701037
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marilda Lavienrose
Campinas - São Paulo - Brasil
1672 textos (82156 leituras)
41 áudios (2935 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 05:22)
Marilda Lavienrose