Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coração covarde!




A realidade que eu vivo só possui um nome, e ela é por muitos chamada vulgarmente de Paixão! É a causa verdadeira dos riscos e dos desafios enfrentados por meu coração covarde.
Sei que é a vida, a mesma que é dita em tantos poemas. Só que nesta a hora a atiçada é a minha alma, ansiosa e sedenta que se desespera. Forçada a desafiar e conter os desejos da minha carne fraca e sedenta, ela sofre por desejar você, que minha mente Endeusou e fez perfeita.

CARLOS CUNHA o Poeta sem limites
Enviado por CARLOS CUNHA o Poeta sem limites em 06/11/2007
Código do texto: T725265

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
CARLOS CUNHA o Poeta sem limites
Japão, 63 anos
369 textos (438766 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 01:10)
CARLOS CUNHA o Poeta sem limites