Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"O VALOR DE UMA FLOR"
              (Poesia).


No mar vazante, e nas remansas águas; para minhas mãos, vem uma cestinha de flores; que alguém jogou.. Ou que se perdeu, não sei... Só sei que aqui chegou; e juntinho de mim parou, naquelas brancas areias.
São lindas flores, já um tanto muchas pelo maltratar das ondas; mas são flores... E mesmo maltratadas, mesmo muchas e desfolhadas, merecem o meu carinho.
Eu as peguei e afaguei, mas, não exalavam mais perfume.
Oh! Flores silvestres! Lindas flores do agreste! Flores por Deus plantadas... Flores auto-semeadas, que do escaldante sol, ali naquelas areias molhadas, já tão muchas e desbotadas; Mas ainda és uma flor! Flor que enfeita caqueiros, canteiros... Que enfeita a minha lapela; que me faz lembrar os olhos dela, das suas mãos... Acariciando a minha face, e que lhe espeta as lindas mãos, com seus espinhos pontiagudos; mas tem charme os seus botões, e que ao sentir suas mãos... Desabrocha, e se torna uma linda flor!
Não importa onde nasceu, ou... Em que estação floresceu.
O valor de uma flor; é ser uma flor!


Autor: Antonio Hugo.



                                                                                                                               
Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 04/01/2006
Reeditado em 28/08/2016
Código do texto: T94598
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Antonio Hugo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 64 anos
3954 textos (276800 leituras)
185 áudios (36738 audições)
9 e-livros (7865 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/04/21 09:25)
Antonio Hugo