Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Política se discute

Em 1997 um jornalista q investigava escândalos da Petrobrás foi assassinado, seu nome era Paulo Francis. Aécio, além do helicóptero com quase meia tonelada de cocaína, foi citado três (TRÊS) vezes na Lavajato, mas isso nem fez cosquinha nele. Beto Richa continua livre, leve e solto, apesar de cometer crimes vistos facilmente a olhos nus. Indícios sobre o Geraldinho (o Alkmin) já viraram artigos de promoção de loja de departamentos, tamanha é a demanda e pífia é a procura.
(........)
O entendimento é simples, quase matemática... se apenas investigarem o PT vamos retroceder para um tempo em que a grande mídia estava em sintonia com o governo e por isso o país 'ia de vento em popa' (sobretudo para os pouco favorecidos, né) e as mazelas eram apenas faíscas que nem chegavam a ser investigadas.. e a gente também era otário, só que um otário iludido.
(..............)
Nos chamam de povo de pouca memória, mas eu não nos culpo porque os jornais, a tv e o rádio sempre se encarregaram de nos fazer esquecer. Vida longa à intenet, esse trem sem dono... eu acho.
(................)
Agora, caríssimos compatriotas, nos resta esperar pra ver se voltaremos a ser iludidos, porque aí, me desculpem, mas é burrice mesmo.
Kenia Tinôco
Enviado por Kenia Tinôco em 28/02/2016
Código do texto: T5557733
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Kenia Tinôco
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 47 anos
191 textos (7851 leituras)
5 áudios (564 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/05/21 11:28)
Kenia Tinôco