Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AZEDUME

Nosso encanto quebrado consagra o tropeço
que fechou a questão sobre nossa verdade,
já não tente forjar o milagre do gesso
modelando a quimera de sua vontade...

Quanto a mim sei há tempo dessa novidade
com que tanto sofri que me pus ao avesso,
mas enfim é seu tempo de sentir saudade
sem haver como escape de pagar tal preço...

Fomos contos que as fadas perderam de vista,
sonho bom que fugiu sem deixar uma pista
que legasse uma chance, vislumbre que fosse...

Não restou em meu peito sequer nostalgia,
sua mágica em mim perdeu toda magia
e se fez azedume o que outrora foi doce...
Demétrio Sena
Enviado por Demétrio Sena em 25/08/2007
Código do texto: T622880
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Demétrio Sena
Magé - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
3149 textos (63178 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 19:14)
Demétrio Sena