Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"DEUSA, RELÍQUIAS DA MEMÓRIA".

Porque se fostes, tão silenciosa.
Pela nobreza da estrada, flores?
Nela catando-as se primorosa.
Belos buquês tornaram, teus amores!
 
Ao longo da estrada modesta
Cantos se escutavam de beija flor
Eram arranjos, era uma festa;
Requinte de beleza, puro amor.
 
Dobrados, cantos, sonhos, primazias,
Nas festivas manhãs belas a ouvir;
De a natureza guardar, estórias!
 
Saudoso relembro daqueles dias
Vendo na estrada em flores, partir;
Sombras tornaram, são hoje memórias.
 
Barrinha 16 de maio de 2018
aibs1953@gmail.com
antonioisraelbruno
Enviado por antonioisraelbruno em 16/05/2018
Reeditado em 17/05/2018
Código do texto: T6338363
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
antonioisraelbruno
Barrinha - São Paulo - Brasil
1496 textos (76480 leituras)
4 áudios (678 audições)
178 e-livros (11776 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/05/18 20:48)
antonioisraelbruno

Site do Escritor