Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bom porto


Quem dera se a mulher fosse sempre bom porto,
onde a caravela encontrasse a brisa,
e o marujo soubesse o chão aonde pisa,
sem jamais naufragar ou encontrar-se morto
-
de cansaço ou de luta contra mares frios
que ainda assim se agigantam com linguas maiores
capazes de aumentar as angústias e dores,
mesmo que haja adiante bem mais desafios.
-
Quem dera o navegante encontrasse a alma,
que à alma do navio não fosse infensa,
compreendendo todos casos e histórias,
-
que o homem do mar tenta dizer com calma,
tentando compreender o que diz e o que pensa,
sem ter que se perder mais entre mil Marias.
Fabio Daflon
Enviado por Fabio Daflon em 13/01/2021
Código do texto: T7158860
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Fabio Daflon
Vitória - Espírito Santo - Brasil, 66 anos
2621 textos (69386 leituras)
17 e-livros (286 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/01/21 13:19)
Fabio Daflon