Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cuidado com teu sobrenome.

Como precioso o sobrenome e quanto problema o traz se muda-lo ou trocado for!
Um casal que chegando ao cartório a marcarem o casamento, na certidão de nascimento do jovem, havia sido corroído por baratas ou traças, bem onde estava o sobrenome e a escriturária do cartório ninguém sabe o porquê informou sobrenome diferente o que só foi percebido quando no nascimento da primeira filha.
Por ser do sexo feminino teria que trazer o sobrenome do pai pois dessa não viria o varão, ou seja, não seria ela o varão a resgatar o erro e seguiu com sobrenome errado do pai!
Isto tudo não deixa de ser uma fatalidade porém, brusca e sem perdão!
Compreende-se dentre todos a formação de uma nova família, deixando a que trouxera o pai até a data de seu casamento.
Passando a ser notado membro de outra família em que perdera por completo todos os direitos e regalias da família.
Por certo viera ser um filho adotivo do pai e seus irmãos tendo-o por irmão na dita de um respeito e consideração!
O tempo passa e nada de procurar consertar este erro que levaria para o resto da vida e tornando família nova não haveria interrupção por ninguém, esse o modo de pensar e também seria como foi o cabeça da referida família.
Porém, nasce mais um filho e desta feita um garoto, sexo masculino que faria o patriarca mudar de ideia:
Concedera ao mesmo o sobrenome do avô, que fora do pai até que se casasse perdendo ou seja, mudando o sobrenome naquela data sendo o patriarca da nova família!
Mas e daí? O filho foi registrado com o sobrenome do avô o que acabara por escangalhar com as famílias...
Agora era ele considerado irmão de criação dos seus verdadeiros irmãos.
Mas não se preocupou em arrumar e permitiu que os estragos nas famílias fossem maiores.
Agora, o filho em que colocara o sobrenome do seu pai, sendo do menino, avô; para consertar o erro, foi o alvo, uma gozação pois, irmão de seu pai, cunhado da sua mãe, irmão dos seus tios.
Pior que desta maneira viera a ser irmão de criação de sua irmã que mais velha um absurdo, uma loucura!
Um leque de problemas, quando pensa em sanar um, vários tornam a formar.
Sendo tio de suas irmãs, por certo, irmão legitimo de seus tios em que irmãos do seu pai até que não fizesse o dano e que no registro, passara o pai que patriarca a se render ao irmão caçula ainda que sendo de sangue, pai e mãe... o documento provava contrário seria este seu irmão!
Os primos legítimos deste menino, passaram então a serem sobrinhos do mesmo sendo que eram sobrinhos do pai adotivo que não o era fizera ser.
Da mãe que honrosamente levara por nove meses o filho no ventre ao ser registrado, já não era seu filho e sim cunhado...
A avó paterna que era a mãe do pai que de sobrenome errado viera ser-lhe sua legítima mãe.
Nasceram mais duas meninas as quais colocou o sobrenome que a escriturária do cartório lhe dera permanecendo assim, pai irmão adotivo do filho, filho viera ser tio das três irmãs, cunhado do pai e da mãe... irmão das tias e cunhado dos tios...
Toda essa salada por motivo de erro de cartório...Nubentes ao casarem, confiram documentos
e não serem mais e mais casais com seu sobrenome perdido.
israelbrunopoeta
Enviado por israelbrunopoeta em 07/11/2017
Código do texto: T6165187
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
israelbrunopoeta
Barrinha - São Paulo - Brasil
1340 textos (66086 leituras)
4 áudios (662 audições)
178 e-livros (11630 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 11:08)
israelbrunopoeta

Site do Escritor