Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


" RECANTO DO DIABO"
Boa noite nobres amigas, amigos, inimigos,pois somos todos filhos de um mesmo Pai e irmãos em Cristo Jesus.
Hoje percebe-se que roubado o Brasil fora e ainda que haja concerto ficará por conta dos cinquentas, sessenta anos conforme dizem os entendidos na área
Meu modo de ver, não conseguira avançar mais, uma vez que os jovens de hoje não querem mais aprender profissão, não importam com a vida...tendo droga, o importante.
Sofrerão aqueles que não são dependentes pois a geração que chega sem poder de aprendizagem uma vez que o cérebro já fora corroído quando na gestação, mães que gestantes, puxando droga e a elas fizera mal, sim, mas acarretara muito mais aos filhos que sem cérebro tornara-se um simples animal, sem amor, sem sentimento, sem nada que o faça crer na melhora de si fazendo com que médicos corram atrás para darem conta.
Como? Cérebro não se fabrica, não tem o como retirar de um passando ao outro um cérebro fértil.
Ah droga que a humanidade levara ao fundo do poço e na criminalidade que a estes impostos, por não terem sentimento algum e nós que o temos por eles sofremos por eles desgastamos o nosso ser e na certeza de que sem adiantamento algum.
Cuide Deus destes filhos teus, que não mais tem sentimento e brigam sem motivo, chutam um ao outro como se fosse bola, apedrejam seus irmãos
como se em frutas atirassem as pedras...a cabeça corpo e membro não tem diferença para eles, isso tudo, resultado da droga maldita.
Droga em que infiltra nos lares onde deixam-no de ser a serem simplesmente casa de ninguém, moradia do diabo.
Como é difícil e horroroso eu que aqui escrevo, na pele sinto a verdadeira loucura a que vivem e é por isso que matam, como se matassem um porco.
A falta de cérebro, é o louco quem não o possui e estas drogas que rompendo barreiras vão a cada dia mais, levando as crianças ao inferno sem de lá poderem sair e se saem sem rumo seguem, dormir nas ruas cobertos com papelão quando alguém os ajuda, é indiferente...não pensam, nem equilíbrio emocional possuem...triste e lamentável vida a que dará ao fim de tudo, um zero à esquerda...uma sombra no mar.
 
antonioisraelbruno
Enviado por antonioisraelbruno em 04/04/2018
Código do texto: T6299801
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
antonioisraelbruno
Barrinha - São Paulo - Brasil
1469 textos (74433 leituras)
4 áudios (677 audições)
178 e-livros (11726 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/04/18 05:52)
antonioisraelbruno

Site do Escritor