Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CECILIA MEIRELES.. Meus ídlos.

Meus ídolos A Cecília Meireles 05



-Porque a vida lhe fez C horar tantas lágrimas das montanhas em idos
---Molhando imaginário E staneamente , turgindo canteiro de seu sono.
--Enxurrando eventos a C huva, de vento ,sem ventania só há lamentos
-Em ocasos imersos, na I ris rolando nas pálpebras a desterrar os tidos
Enfeitando os rastos a L amúria. nas escarpadas andanças de seu fado
 Rimando a brisa sua s I na em discurso, em ti da minha poesia conto,
 Ah, nem sei a angusti A , a jogo ao ar e nas escadas rolam alabastros...

Ri meu riso no vento na M ente quebrantando quartzos descorde, afinando,
--Lâminas de meus renqu E s e entes nos rompantes. Poeto versando tempo!
 Ecoa longe, sons das m I inhas gagarlhadas, em solfejos rumando consenso
Oh, Cecília Meireles ve R tem-me lágrimas, ler seus desgostos e não entendo.
-Empenho-me ser feliz e E sperando no outro! Amando a meu gosto semeando
--Na aragem botões enso L arados em meus dias. Colhendo amores ardorosos
--Em solo úmido, gêmula E esperançada em verso escrito. Versarei em brio riso
Sendo-lhe grata o dito. S olitude, traz em doridos alentos, poemas taciturnos...


“A Poetisa dos V entos”
Deth Haak
28/02/2006
11:27

Eu sou Guerreira de ORFEU!
“Vem comigo correr essa maratona de ACRÓSTICO” Metade do caminho percorrido,
Falta você para levar o RECANTO DAS LETRAS ao GUINNESS. Vem comigo.


Deth Haak
Enviado por Deth Haak em 01/03/2006
Código do texto: T117211
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deth Haak
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 57 anos
547 textos (65374 leituras)
50 áudios (9723 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:28)
Deth Haak