Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Autores

Sobre a autora
Deth Haak
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 58 anos
547 textos (67980 leituras)
50 áudios (10468 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 06:35)
Deth Haak

Textos do autor
Áudios do autor
Perfil
BIOGRAFIA

Aos dezessete dias do mês de Janeiro de 1959, nasce em
Armação dos Búzios Município do Rio de Janeiro Odete
Pereira Alves segunda dos quatro filhos. Em meio a uma
tempestade onde a lua cheia se escondeu para dar lugar
aos relâmpagos que riscavam aquele céu saudando a
ventania que soprava Leste. Filha de Manoel Custódio
Alves, um humilde pescador e de Maria Julia Pereira
Alves, mulher que do sonhar se esquivou... Aos cinco anos
deixa a aldeia de pescadores como se a navegar outros
mares a família vai à busca de outro porto para ancorar
no futuro o que o passado lhes negara...

Em 1966 desde os cinco anos alfabetizada pelo seu pai que
possuía a terceira série primária matricula-se na Escola
Publica Pandiá Calógeras , bairro de Alcântara São
Gonçalo cidade do Rio de Janeiro. E o presente fez-se
calmaria abrandando o escarcéu, da curiosidade da então
menina, que incentivada pelos educadores de então alça
vôos com os livros que lia.

Em 1971 termina o curso primário, e a Nau parte para
outro porto. Desta vez para uma Ilha... Onde os dotes já
aflorados compunham em versos seus dias. O interesse pela
literatura leva-a manusear livros de Poesias na
biblioteca escolar e passa ter em Pablo Neruda e outros
autores de língua Espanhola o referencial que vem
pautando a sua vida.

A leitura passa ser aos olhos dos seus compulsa...
Nada lhe era mais fascinante que sonhar um mundo melhor
como os Poetas...

Em 1972, presta exame admissão ao primeiro ano no Liceu
de artes e Ofícios contrariando sua mãe, que sem nenhuma
visão de mundo, acreditava ser a mulher feita para casar
e procriar. Primeiro desafio vencido e não logrado, por
não ter condição de costear despesas dessa instituição.
Conclui o curso Ginasial na escola publica Zuleika Raposo
Valadares na Ilha da Conceição Niterói RJ. Desperta a
ousadia, e parte para o Grêmio Estudantil, fincando nesse
solo a bandeira da “PALAVRA” Oradora nata, e POETA.
Constrói discursos pautados na Liberdade e Igualdade.

Em 1974 recebe da Câmara dos Vereadores da Cidade Niterói
Monção honrosa pela causa comunitária, trabalho
desenvolvido junto aos moradores de então pelo direito a
terra que ocupavam. Uma luta antiga pela posse da terra.

Não Calarei!

Se quiserem parar meu rumo, mesmo assim caminharei.
Buscando encontrar soluções para o mundo que sonhei...
Buscarei na caminhada o país que almejei.

Em 1981, contrai matrimônio, com Luiz Paulo Freitas
Minnemann e realiza o sonho da maternidade.

Em 1982 nasce o fruto dessa união Paulo Roberto Alves
Minnemann, rompendo no mesmo ano, essa união contrariando
os princípios familiares que não tolerava separações.
Primeiro caso de desquite entre as inúmeras mulheres da
família que por estigma enviúvam desde os primardes!

Em 1983, sob os auspícios do Vento a soprar seu norte,
parte para o então mundo alquímico, onde a beleza e os
Egos se contrapõem a todo instante. Torna-se profissional
de moda, figurando em salões e exposições por entre as
lentes dos fotógrafos e câmeras dos estúdios da extinta
TV Manchete,

Sem se distanciar das causas do POVO, auxiliando a
comunidade a buscar seus ideais e desta vez valendo-se do
prestigio galgado na profissão.

Em 1986 torna-se empresária de moda. Dividindo seu tempo
entre a aldeia de pescadores, trabalhando pela sua
emancipação e a cidade do Rio de Janeiro onde exercia a
profissão.

Em 1989 casa-se com o Austríaco Rolf Helmut Haak,
Arquiteto e artista plástico e embarca na aventura de
viver no Nordeste do Brasil, refaz o caminho de volta do
Sertanejo lutador.

Em 1990, com seu então companheiro investem na
gastronomia, tornando-se referencia nesta área, na cidade
do Natal Rio Grande do Norte, projetando nesse espaço
artistas de todas as áreas. Fomentando a diversidade
Cultural tentando resgatar trezentos anos de história da
aldeia onde habita. Projeto Cultural Jangada das Sete,
Vila de Ponta Negra RN.

Em 1998 Rolf Haak, falece. E como a vida não pode parar
retoma os movimentos comunitários vivenciando outras
realidades. União das Mulheres de Natal, Conselho
Comunitário da Vila de Ponta Negra, Preservação da
Natureza SOSPONTANEGRA. Coletivo Leila Diniz, UNEGRO
Brasil Sem Aborto Núcleo Rio Grande do Norte,
Protagonista da Paz trabalho Comunitário com 68
adolescentes de risco.

Oradora Oficial da Capoeira Arte e Vida que congraça 1500
capoeiristas pela inclusão Social.

Em 2001- Deth Haak “ A Poetisa dos Ventos”
Dedica-se a Poesia de inclusão, Escreve , recita educa
através das mesmas, levando- a áreas carentes onde relata
e divulga a necessidade de cada comunidade fazendo
lembrar ao que detém o poder e nada fazem que essa seja a
hora de tentar mudar. O Político esquece o caminho de
volta e a Poesia ou a Prosa o faz recordar compromissos
de campanha para assim fazer valer o voto;

Incentivada pelo seu filho começa a publicar na Internet,
Poesias e através do mundo virtual em contato com os
Poetas trocando conhecimento com o Brasil e Mundo
Em busca de um raio de sol na escuridão dos mundos para
fazer germinar a PAZ.

EM 2006- Filia-se a Sociedade dos Poetas Vivos e Afins-
RN dedicando-se a difusão da Poesia na terra de tantos
poetas, com outro propósito levar essa arte aquém disto
dela não aprendeu a sonhar.

Parte A Caravana da Poesia por escolas publica Centros
comunitários, Universidades Igrejas incentivando a
leitura através de apresentações em praças clubes
sindicatos e Ongs.

Em 2006- Vence na Alemanha o primeiro concurso Literário
na categoria Poesia. Com o Pseudônimo Deth Haak “ A
Poetisa dos Ventos” Participando no mesmo do concurso na
Faculdade de Direito Câmara Cascudo no Rio Grande do
Norte com Poema “ Crepúsculo” segundo Lugar.

Organiza o Abraço a Maior Duna do Nordeste Morro do
Careca, Pela preservação ambiental SOS.PONTA NEGRA.

Participa da elaboração das emendas do novo plano diretor
da cidade do Natal, Conscientizando a Câmara dos
Vereadores e a população sobre o Desenvolvimento
Sustentável pela causa do Planeta.

Ação essa que derrubou licenças já concedidas para
construção de cinco espigões no em torno da Duna no valor
de 65.000.000 U$, mostrando que vale a pena lutar pela
preservação da vida, e a Natureza clama aos seres humanos
a usar as armas que possuem.

Escreve sobre Poesia na Revista Nosso Estado,
Divulgando a arte de fazer versos e a produção literária
no Brasil e no Mundo.
Apresenta a cidade do Natal, candidata a receber no
Brasil.
No ano de 2008 o Primeiro Congresso Internacional de
Poetas Del Mundo.

2007. Nomeada Cônsul Poeta Del Mundo - RN, em cerimônia
realizada no mês de abril na Assembléia Legislativa do
Rio Grande do Norte onde recebe Monção de destaque
Cultural do ano.

Munida de Vassoura e Sabão, lava a escadaria da Câmara
dos Vereadores da cidade do Natal, em protesto as emendas
vetadas por nove vereadores contrariando o querer do
povo, por mais qualidade de vida, e acusando a corrupção
dos mesmo que venderam seus votos ao Sindicato da
Construção Civil. Incitando o Ministério Publico a apurar
as denuncias que foram comprovadas gerando assim um
processo de cassação dos mesmos.



Eleita interprete Oficial do Poeta Vinicius de Morais,
AJEB

2008- Coordena junto a Sociedade dos Poetas Vivos e Afins
do Rio Grande do Norte, o Primeiro Congresso de Poetas
Del Mundo na cidade do Natal. Obs: Por falta de
compromisso governamental o mesmo não se realizou.

Participa da Antologia ‘ Letras e Imagens do Bem’
Poetas Del Mundo em Poesias

2008- Eleita Embaixadora da Paz- Circulo Universal da
Paz. dos Embaixadores da Paz -Genebra Suíça;
Projeto Cultura no Trem a um ano em mivimento

Recebe homenagem do Memorial da Mulher Potiguar, Pela
Cultura de Paz.

Lança o Projeto Caravana da Poesia- Poeta nas Escolas,
com apoio da Fundação José Augusto.

Participa do XVI Congresso Brasileiro de Poesias, Bento
Gonçalves RS

Coordenou a Campanha no Estado ‘ Unindo dos Rios através
da Poesia, Campanha essa que levou 280 livros dos
escritores locais para o Congresso.

Participa do IV ENCONTRO Internacional de Poetas Del
Mundo no Chile representando o Brasil,

Participa da FLIPORTO, Festa Literária de PE

Representando o Rio Grande do Norte, Com apresentação em
recital. Ao lado do Poeta Thiago de Melo, Embaixador de
Poetas Del Mundo para o Mundo
2009- Recebe homenagem Poeta Vivo Imortalizado.
Com um Poema ao Rio Potengi, afixado na Praça da Poesia
Canto do Mangue-Rocas RN Com um Poema ao Rio Potengi,
afixado na Praça da Poesia Canto do Mangue-Rocas RN
Participa do encontro Poetas Del Mundo fazendo arte em
Búzios, sua terra natal
V Encontro de Poetas Del Mundo Chile Representando o
Brasil
Poetas Del Mundo Rio das Ostras-Rio de Janeiro
Autografa Letras e Imagens do Bem
Antologia Volume 10 Poetas do Brasil
Organiza Muitas vozes e um só canto, e apresenta ao lado
de Tarcisio Gurgel a homenagem a Tico da Costa Teatro
Alberto Maranhão-RN
Aniversario de Tico da Costa-Academia Norte Rio Grandense
de Letras
Frente Parlamentar em Defesa da Vida-Câmara Municipal do
Natal
Toma posse na ATRN-Academia de Trovas do Rio Grande do
Norte
Campanha Faça Bonito- Exploração Sexual da Criança e
Adolescente
2010- Poetas Del Mundo Fazendo Arte Búzios
Convidada a representar o Brasil- Barranquilia- Colombia
´PoeMaRio.

VI Encontro Internacional de Poesias- Chile

Antologia- 100 e Mil Poemas a Pablo Neruda

II- Várias Vozes e Um só Canto- Novembro de 2010
Território da Paz- Ponta Negra-

Campanha contra Sexo Turísmo.

2011- Cesta Cultural- IFRN-

2011- Participa da Antologia Nós da Poesia- Lançada na
Bienal do Livro- Rio de Janeiro

2011- Encuentro Universal- Volvan Los Comuneros- Santander Colombia

2011- Encuentro Internacional e Nacional de Mujeres Poetas- Cereté- Colombia

2011- Festival de Poesias- Cartagena - Colombia
Diretora de eventos da Sociedade dos Poetas Vivos e Afins
do RN- Cesta Cultural

Novembro 2011- III- Várias Vozes e um só Canto- Teatro
Alberto Maranhão- Rio Grande do Norte.

Blog: www.notasversejadas.blosgspot.com

" A Poetisa dos Ventos"

Amante da literatura, nasci em Armaçãos dos Búzios
município do Rio de Janeiro.Cantando siris nas redes,
assim aprendi a contar!O mundo deu muitas voltas e eu só
troquei de mar, deixei a praia do Canto, para em Ponta
Negra ,Natal Rio Grande do Norte, morar. Entre jangadas e
velas Dunas e mar...A poesia me fez convite e no meu SER
instalou-se.Hoje ouso, sou poetisa amadora e, como sou
atrevida, busco nas leis de incentivo, meu sonho realizar
o livro quero editar!...Eu Sou Deth Haak

OBS: AOS ADMIRADORES DE POESIAS CONTAGIADOS PELO PLÁGIO
DO QUE É BELO, VISTO QUE FILHO FEIO NÃO TEM PAI,TOMEI O
CUIDADO DE ´SO postar O QUE TENHO REGISTRADO . MEUS
ECRITOS ESTÃO PROTEGIDOS PELAS LEIS DEVIDAMETE
REGISTRADOS.


Quem sou eu...

A caiçara destemida que dormita nos seios das palhas
Das paixões ensandecidas, a lapidação em adornos da
veridicidade,Na estória contada o eco da realidade, o
monte das gralhas, A campear flanando as veleidades no
templo da mocidade!

Quem sou eu...

Um luar cheio de janeiros a esculpir em marfim cascos que
empalhas No orvalhar da calha, gotejado nos tálamos
crepusculados da lubricidade,Vertendo das entranhas
flumen aprazidos no arraigar das navalhas...
Umedecendo as velas pandas em pélagos, nos enristes
mastros, da felicidade!

Quem sou eu...

A fisiologia da alma a rever os fardos empoeirados
revisando as tralhas,Nas intempéries das muitas
existências, a inclinação filosófica em alacridade...
No trilhar a mente, a obstinação de Hércules, a invadir
Neméia nas ralhas,Da metafísica. Concubina dos ideais de
Platão, eleita matéria prolixa da Divindade...

Quem sou eu...

O aço, urdido em amor! Sopro do barro que moldou Diana
parida nas cangalhas,Dos adágios de Heráclito. O cinzel
sábio de Athena a clamar liberdade No sêmen fraterno da
beleza de Afrodite em sarandalhas.Musa de Orfeu no
soslaiar de Sócrates, seguidora de Freud na
hereditariedade...

Quem sou eu...

O pleroma de Jung a contemplação do sol penetrando no
inconsciente das migalhas Conscientes. Partícula azul do
universo sideral infinito, a mensurar a continuidade
Do limiar um trovão, em meio à escuridão das muitas
crenças em farfalhas,Do silfo interno. O âmago descrito
em estros, na implosão da criatividade,Plasma do físico,
alento etéreo na magia do ajuizar, o atingir de
maravilhas ...A maga em seus muitos corpos, a fada na
invocação do vate em Deidade!

" A Poetisa dos Ventos"
Deth Haak

CônsulPoetadelmundo-rn
SPVA-RN: Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do Rio Grande
do Norte

Academia de Trovas do RN
União Brasileira de Escritores
União Brasileira de Poetas Trovadores
Academia Virtual de Letras Sala de Poetas e Escritores
UNEGRO- União de Negros pela Igualdade

Embaixadora Universal da Paz


Última atualização em 23/10/17 06:35