Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O MUNDO È O REFLEXO DAS NOSSAS ATITUDES

Pretendo partilhar algo  com quem me lê, essencialmente falar de algo que acontece com frequência no nosso dia a dia, bem como do que acontece no meu contexto em particular e buscar um caminho para o crescimento.
Algo me arrelia bastante, são as criticas destrutivas que muitos de nos fazemos em várias ocasiões, na sua maioria sem fundamento. Impera penso, uma sede de destruir as pessoas, acho que se trata de uma pequenez do ser humano, de se sentir menos infeliz com a infelicidade dos outros.

Penso que  no mundo e em particular em Moçambique (realidade que melhor conheço) o habito da discussão é visto de forma negativa ainda por muita gente, não importa agora descortinar as razões por traz disso. Importa antes desenvolver as nossas capacidades para contrariar esse movimento, linear em que todos devemos ter as mesmas ideias e conformar-nos com elas sem nos questionarmos. Quantos de nós não passou por uma situação em que se sentiu pequeno, por discordar de uma opinião geral, ou de um jornal, ou numa turma de faculdade?? E alguém parou para ouvir os argumentos ?? para tentar perceber se de facto faz algum sentido a opinião ou ideia?? E agora no sentido contrário, quantas vezes nos aborreceu ver/ouvir ideias diferentes da nossa sem darmos a devida atenção??

Cada um deve ser livre de opinar, fundamentando de forma consistente a sua ideia, não somos obrigados a concordar simplesmente só para não sermos diferentes.  A discussão é positiva, quando bem elaborada, permite-nos outros pontos de vista, adequados  ao contexto de cada um, não temos de ser todos iguais, os nossos olhos são diferentes, é necessário penso  absorver positivamente o conhecimento que daí advém.
Em muitas situações concretas, as pessoas que tem opinião diferente a generalizada e que tem argumentos consistentes até, podem/são vistas como pessoas que querem ter razão ou como egocêntricas...ou outra coisa qualquer, tão simplesmente porque tem opinião diferente da generalizada.
Tudo isto reflecte um país em que a liberdade de expressão ainda não é tão desfrutada, um país em que muitas pessoas não se habituam a pensar e a reflectir, essencialmente perguntarem-se Porque?? E procurar saber mais.
Contudo dever dizer que estamos a evoluir, e estamos muito diferentes de antes, existe já algumas pessoas pensantes e criticas.

Outro aspecto é a critica, ela deve ser uma critica construtiva que permita fazer outrem aprender e crescer, isto é apontar os erros/falhas mas posteriormente dar alternativas a solução.
Quantos de nós passa a vida apontar os dedos para erros cometidos pelos outros, e fazemos alguma coisa para mudar??? Queremos sempre tanto mudar o mundo, e nos esquecemos que o mundo é o reflexo de nós mesmos, por isso tudo deve partir de dentro, não esperemos do mundo aquilo que não fazemos por ele.

Em forma de síntese um apelo, para que olhemos/escutemos primeiro os outros e contextualizemos a problemática da questão e se a crítica existir, que seja construtiva por forma a solucionar o problema.Antes de pensarmos discutir e criticar sobre algo, devemos reunir em primeiro plano argumentos que sustentem a nossa ideia, devemos clarificar objectivamente a nossa posição e devemos pensar em alternativas de resolução para aquilo que pensamos ser o Problema.

Resumindo:
1.Identificar o problema
2.Causas do Problema
3.Consequencias do problema
4.Alternativas de resolução  (centrar sobre isto, porque penso ser o mais importante)

Sejamos os primeiros a mudar de atitude e mentalidade, se cada um fizer individualmente poderá ter efeitos globais. O MUNDO È O REFLEXO DAS NOSSAS ATITUDES.
Tânia Tomé
Enviado por Tânia Tomé em 18/01/2006
Reeditado em 19/06/2008
Código do texto: T100352

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Tomé
Moçambique, 35 anos
39 textos (3200 leituras)
1 áudios (48 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:36)
Tânia Tomé