Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Homenagem a um homem que amo

  Venho através de palavras prestar uma homenagem ao meu querido pai. Meu pai, que sempre teve uma vida sofrida, que sempre trabalhou não para suprir seus privilégios, e sim para satisfazer as necessidades e as vontades dos filhos. Quando eu era pequenino, nada entendia, tudo exigia. Com o meu amadurecimento, pude perceber que magoei muito meu velho com palavras. O meu maior desejo é poder lhe pedir desculpas,  mas meu pai é um homem rude, educado pela vida.
 
 O tempo passou, percebi que as marcas do tempo castigavam cada vez mais meu querido pai. Senti-me na obrigação de lhe prestar uma homenagem. Gostaria muito que ele pudesse ler o que estou escrevendo, mas ele não possue  sentimento na leitura. Atrevo-me a dizer que ele só compreende a página de esportes de jornais. Grande homem, agradeço-te pela educação que me deu. Você foi muito falho comigo perante alguns momentos, mas percebi que diante de situações difíceis, mesmo fazendo o errado, você queria sofrer no meu lugar. Assim como um pai que dá a vida por seu filho.

 Desculpa meu pai, por eu não ter demonstrado o imenso amor que tenho por ti. "Te amo!" Hoje me arrependo por não ter pronunciado essa frase depois de um ato de carinho teu. Meu pai, não vejo a hora de conquistarmos nosso sonho. O sonho de meu pai é de que eu me torne um grande homem. Se um dia esse desejo se realizar, quero que esteja comigo pai. Quero te agradecer pelas palavras de apoio, ainda que modestas, mas eu sentia dentro do teu coração que tinha orgulho de mim. Pai, posso estar louco mas, tenho muita vontade de te ver chorar. Quero que aquela imagem de homem rude e patriarca da casa não exista mais. Quero que meu pai seja sentimentalista, quero conhece-lo melhor.

 Se um dia esse grande homem me faltar, minha vida acaba. Minha existência depende de ti meu pai. Te peço algo muito importante agora, quando você estiver prestes a morrer me avise antes. Prefiro morrer naturalmente, não quero morrer de angústia. Quando você morrer meu pai, me leve junto. Do que adianta viver nesse mundo de injustiças, se quem me dá forças para superar tanta falsidade és tu.
 
 O dia que me faltar grande homem, não sei o que serás de mim. Só quero ter a oportunidade de demonstrar todo o amor que sinto por você. Te amo pai! E sempre vou te amar. Não adianta sermos grandes homens, temos que ter grandes pessoas ao nosso lado. E tu és a pessoa que me dá o maior apoio. Essas palavras são pequenas para demonstrar toda admiração que sinto por ti pai. TE AMO!
Rodrigo Lemes Flores
Enviado por Rodrigo Lemes Flores em 03/09/2006
Reeditado em 06/09/2006
Código do texto: T232011
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rodrigo Lemes Flores
Viamão - Rio Grande do Sul - Brasil, 28 anos
2 textos (221 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:32)
Rodrigo Lemes Flores