Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Passagens do livro O SETE E A ENERGIA CÓSMICA

Passagens do livro O SETE E A ENERGIA CÓSMICA
por Gilberto Cabral de Carvalho - gilbertocabralc@hotmail.com


"O que nós observamos são respostas ao uso da energia elétrica, da mesma maneira que obtemos respostas no corpo físico ao trabalharmos a energia vital. Ora, uma das maneiras que temos é levando ao corpo físico, através de remédios homeopáticos e florais, parcelas de energia que são liberadas, utilizando substâncias especificas para cada tipo de doença;

"E, acima de tudo, devemos reverenciar a sabedoria da natureza, que é inata ao ser humano e que nós desajustamos durante a nossa existência, principalmente porque não conhecemos a nós mesmos...

"Quer dizer que os círculos viciosos têm a ver com o sentido de movimentação da energia, como no relógio: horário e anti-horário? E a energia no sentido horário seria boa para nós, e a de sentido anti-horário seria ruim? E nós teríamos que ter confiança, convicção das nossas escolhas e atitudes, para não cedermos e agirmos produzindo energia anti-horária? Então, a virtude é energia de sentido horário e a energia do pecado é anti-horária!

"Só que quando esta lei se manifesta muito rápido, é fácil as pessoas entenderem, aceitarem o erro e se corrigirem. No entanto, quando a manifestação se dá a longo prazo, fica mais difícil estabelecer a relação entre o erro de comportamento e a doença. Além disso, a maioria das pessoas não gosta de admitir que errou, o que é uma pena, porque admitir o erro é o primeiro passo para a pessoa se corrigir e viver cada vez melhor.

"Aliás, tudo isso pode ser explicado cientificamente pela teoria da relatividade de Einstein: se o meu limite é X, tudo o que eu fizer até esse limite estará sendo gerado por mim, toda a energia estará sendo movimentada por mim e eu serei o criador dentro desse universo. Quem tiver um limite de 2X, será o criador dentro do universo limitado pelo 2X. Quem tiver um limite infinito será o Criador de tudo o que for criado dentro desse universo infinito e esta é a idéia de Deus.

"Era exatamente a isso que Jesus se referia ao dizer que onde duas ou mais pessoas estivessem reunidas em Seu nome, Ele ali também estaria; não Ele, Jesus, como ser humano, mas a vibração espiritual mais elevada com a qual Ele estava sintonizado. Nesses momentos Ele se colocava como veículo de verdades maiores (energias mais elevadas) sem se preocupar com sua importância pessoal, despido de toda vaidade.

"Durante a meditação peço orientação e firmeza para viver de acordo com os princípios divinos, ou seja, mais elevados, porque é importante que eu cresça em qualidade e força, ambas fundamentais. É o que muitos chamam de asas do anjo, isto é, se elas não estiverem em harmonia, não se poderá voar.

"É exatamente isso o que eles dizem no curso de controle da mente que fiz. E agora estou entendendo também uma coisa: quanto mais luto para acertar, melhor é a qualidade da minha energia, quer dizer, a minha maneira de ser, e mais forte eu fico para não ceder aos erros!

"Isso significa que todos os aspectos dependem, na verdade, do que sentimos interiormente. É voz corrente que agimos ou falamos sem pensar; mas será que pensamos sem pensar? O que acontece é que agimos, falamos e pensamos de acordo com o que sentimos, sejam desejos, emoções, idéias ou ideais.

"Consciência, razão, meio-termo, bom senso, sabedoria, são sinônimos dessa mesma verdade. E é por isso que colocamos compreensão como o sétimo sentido, já que temos que ter consciência (equilíbrio) em todos os sete níveis, seja em relação ao funcionamento do nosso corpo fisiológico, seja quanto ao conjunto dos sentidos, dos comportamentos psicológicos, do corpo dos desejos, das emoções, das idéias; enfim, de tudo que nós sentimos, externa ou internamente.

"Ao mesmo tempo em que a vida cria situações que nos desequilibram, ela nos dá as oportunidades necessárias para buscarmos o equilíbrio. As pessoas têm níveis diferentes de evolução.

"Se o sétimo sentido é o da compreensão, então, o último corpo deve ser aquele em que atingimos a sensação de estarmos em comunhão com Deus e, portanto, podemos dar tudo aos outros, pois Deus também nos dará tudo, ou seja, passamos a viver independentemente dos nossos interesses pessoais. Este é o chamado estado nirvânico, e quando o atingimos passamos a ser veículos de transmissão de energia cósmica para o universo a que estamos ligados.

"Quer dizer, então, que qualquer mudança de comportamento interior pode chegar até a modificar a estrutura do DNA? Dependendo da intensidade e da duração, pode, pois cada "nódulo" de DNA está relacionado com um detalhe da nossa realidade interior. Mas há uma infinidade de "nódulos" de DNA, assim como temos uma infinidade de detalhes de comportamento. Então, na realidade, nós teríamos um verdadeiro biofeedback "psicológico" e é por isso que tanto pode haver desajustes como reajustes."

GILBERTO CABRAL
Enviado por GILBERTO CABRAL em 01/09/2007
Código do texto: T633571

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.sitedoautor.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GILBERTO CABRAL
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 74 anos
12 textos (537 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 06:19)
GILBERTO CABRAL